Mundo

Maduro expulsa embaixador alemão da Venezuela

Ditador deu 48 horas para o representante europeu sair do país

07 Mar 2019 - 11h00Por Paulo Henrique / Agência do Rádio
Maduro expulsa embaixador alemão da Venezuela - Crédito: Agência Brasil Crédito: Agência Brasil

Nicolás Maduro declarou o embaixador alemão na Venezuela, Martin Kriener, "persona non grata" nesta quarta-feira (6). Ele deu 48 horas para que o representante da Alemanha deixe o país.

Câmara de Vereadores de Jaraguá

O governo chefiado por Maduro alegou que a decisão é devido a "recorrentes atos de ingerência nos assuntos internos do país" pelo diplomata. Kriener e outros embaixadores e diplomatas europeus receberam Juan Guaidó no aeroporto internacional de Maiquetía na segunda-feira (4), após o presidente interino autoproclamado retornar à Venezuela depois de visitar diversos países da América do Sul.

Guaidó estava sob risco de prisão ao retornar à Venezuela por desrespeitar uma ordem que o impedia de deixar o país.

O Ministério das Relações Exteriores da Alemanha confirmou a expulsão de seu representante na Venezuela e informou que está coordenando as próximas ações no país.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Flamengo é campeão brasileiro

Rubro-Negro perde de 2 a 1, mas garante oitavo título da história
Flamengo é campeão brasileiro
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Ver mais de Mundo