INTERNACIONAL

Venezuela bloqueia sinal de emissora alemã

14 Abr 2019 - 18h13

As autoridades da Venezuela determinaram o bloqueio do sinal da emissora alemã Deutsche Welle em espanhol, confirmou neste domingo o próprio meio de comunicação. A Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) "eliminou o sinal da Deutsche Welle (DW) em espanhol da rede de cabo desse país", afirma a televisão alemã em nota.

Diretor-geral do canal, Peter Limbourg pediu que o governo venezuelano possa "restabelecer o sinal do canal". Limbourg, citado no comunicado, destacou a atenção que tem tido a cobertura jornalística da DW na Venezuela, sobretudo com o programa diário sobre a atualidade do país latino-americano.

O Conatel não emitiu nenhum comunicado oficial sobre o bloqueio do sinal da Deutsche Welle. Outros meios estrangeiros já haviam sido barrados nos últimos anos na Venezuela, como a emissora americana CNN em espanhol.

A Alemanha está entre os mais de 50 países que reconhecem como presidente interino o líder oposicionista Juan Guaidó, que se declarou presidente encarregado em 23 de janeiro, argumentando que a reeleição de Maduro em maio passado para novo mandato de seis anos foi fraudulenta.

Em 6 de março, o governo venezuelano determinou a expulsão do embaixador da Alemanha em Caracas, Daniel Kriener, por supostos "atos recorrentes de ingerência em assuntos internos".

A ordem ocorreu dois dias após Kriener comparecer junto com outros diplomatas ao aeroporto internacional de Caracas para presenciar a chegada ao país de Guaidó, chefe da Assembleia Nacional, após um giro por países sul-americanos. Guaidó pressiona Maduro a deixar o posto para que se instaure um governo de transição, com eleições livres à frente. O presidente, por sua vez, diz que Guaidó é parte de um complô dos EUA para derrubá-lo. Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar fecha no menor nível em um mês após acordo sobre Orçamento

Bolsa de Valores tem pequena queda em dia de ajustes
Saúde

Espanha vai doar medicamentos do kit intubação ao Brasil

Insumos chegarão no final da próxima semana
Segurança

Tiroteio em Indianapolis deixa oito mortos e vários feridos

Incidente ocorreu em um armazém da FedExc, empresa de carga aérea
Saúde

Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China

Insumos foram comprados por grupo de empresas e serão doados ao SUS
Brasil recebe 2,3 milhões de kits de intubação vindos da China
Ver mais de Mundo