INTERNACIONAL

Vaticano: Papa Francisco aceita renúncia de arcebispo de Santiago

23 Mar 2019 - 16h36

O Papa Francisco destituiu hoje o cardeal Ricardo Ezzati como arcebispo de Santiago, capital do Chile, depois que ele foi colocado sob investigação criminal de abuso sexual, em meio ao escândalo que atinge o país sul-americano com denúncias de abuso e encobrimento por parte da igreja.

Francisco aceitou a renúncia de Ezzati e nomeou um substituto temporário para governar a arquidiocese mais importante do Chile: o frade capuchinho espanhol e atual bispo de Copiapó, dom Celestino Aos Braco.

Em um comunicado pedindo orações por seu novo emprego, Braco reconheceu as dificuldades à frente, ressaltando "luz e trevas, sucesso e deficiências, feridas e pecados" da igreja de Santiago. Mas o sacerdote também enfrentou acusações de acobertamento depois que um ex-seminarista o acusou de ajudar a atrasar as investigações de suas denúncias anos atrás.

Ezzati, de 77 anos, havia apresentado sua renúncia a Francisco há dois anos quando atingiu a idade compulsória de aposentadoria de 75 anos. Mas o papa o manteve, e Ezzati se tornou objeto de fortes críticas por parte das vítimas de abusos.

Na sexta-feira, um tribunal de apelações no Chile permitiu que os promotores continuassem investigando Ezzati por um suposto encobrimento, rejeitando sua moção para rejeitar o caso e se retirar da investigação, informou a mídia chilena. Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Saúde

Brasil registra 1.428 novas mortes por covid-19

País teve 10,32 milhões de casos; recuperados passam de 9 milhões
Saúde

Fiocruz desenvolve teste que identifica variantes do novo coronavírus

Brasil registrou 204 casos confirmados das variantes
Fiocruz desenvolve teste que identifica variantes do novo coronavírus
Ver mais de Mundo