Delivery Much
INTERNACIONAL

Sri Lanka bloqueia mídias sociais após ataques a bomba

21 Abr 2019 - 13h30Por AE

Enquanto as autoridades do Sri Lanka enfrentavam uma onda de ataques a bomba em todo o país na manhã de Páscoa, uma das primeiras reações foi bloquear as mídias sociais, incluindo o Facebook e o popular serviço de mensagens WhatsApp. Ambos os serviços, de propriedade do Facebook, e outros funcionaram mal ou deixaram de funcionar completamente nas horas após os ataques, segundo os usuários.

Oficiais do governo confirmaram que as autoridades bloquearam o acesso como parte de uma ordem mais ampla de toque de recolher no país. Uma autoridade, o ministra da Economia, Harsha de Silva, confirmou a proibição temporária em uma entrevista coletiva e disse que o acesso seria permitido novamente na manhã de segunda-feira.

Uma série de explosões destruiu igrejas e hotéis internacionais no Sri Lanka na manhã de Páscoa, matando pelo menos 207 pessoas e ferindo mais de 450 no que aparenta ser uma série coordenada de ataques a turistas e à comunidade cristã minoritária. Ocorreram pelo menos oito explosões em todo o país, a maioria delas na capital.

Instagram, YouTube, Viber, Snapchat e Facebook Messenger também foram bloqueados, segundo a NetBlocks, um grupo de direitos digitais sediado em Londres, e outros grupos de monitoramento da internet. A NetBlocks disse que as restrições foram postas em prática antes das 18h (horário local) e pareciam estar em vigor em todo o país.

O governo do Sri Lanka já havia bloqueado mídias sociais em partes do país em março do ano passado, em meio a um surto de violência sectária, segundo a NetBlocks.

Uma porta-voz do Facebook confirmou que Facebook, WhatsApp e Instagram foram bloqueados, entre outras plataformas de mídia social. O Viber não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. Um porta-voz do Snapchat não pôde ser encontrado imediatamente.

O Twitter não foi afetado, com usuários do Sri Lanka continuando a postar na plataforma. Um porta-voz do Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. Fonte: Dow Jones Newswires.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Governo do Estado acompanha ato de entrega das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira

No domingo (17), os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovaram por unanimidade o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford contra a Covid-19
Governo do Estado acompanha ato de entrega das vacinas contra a Covid-19 nesta segunda-feira
Saúde

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Vacina é fabricada pela Rússia
Saúde

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid

Decisão depende de publicação para entrar em vigor
Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra covid
Esportes

Final da Libertadores faz CBF mudar jogos de Palmeiras e Santos

Equipes atuariam no Brasileiro um dia após final continental
Ver mais de Mundo