Mundo

ONU diz que cerca de 7 mil recém-nascidos morrem diariamente no mundo

A meta global prevista nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável é reduzir a taxa de mortalidade materna global para menos de 70 por 100 mil nascidos vivos até 2030

22 Set 2019 - 15h00Por Da Redação
ONU diz que cerca de 7 mil recém-nascidos morrem diariamente no mundo - Crédito: Arquivo/Agência Brasil Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Relatório divulgado por agências das Nações Unidas estima que quase 7 mil bebês morrem todos os dias antes de completar um mês de vida, e pede a nações que adotem medidas para melhorar a situação.

A Organização Mundial da Saúde ()MS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) anunciaram que as taxas de sobrevivência de recém-nascidos vêm melhorando desde 2000, mas cerca de 2,5 milhões de bebês morreram em 2018.

Segundo o relatório, uma em cada 37 mulheres na África Subsaariana morre durante a gestação ou o parto. O documento lembra que mulheres no parto e seus bebês enfrentam risco maior em países em que há conflitos ou crise humanitária, como Síria e Venezuela, por não tere acesso a tratamentos essenciais.

Meta

A meta global prevista nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável é reduzir a taxa de mortalidade materna global para menos de 70 por 100 mil nascidos vivos até 2030.

Mulheres e crianças estão sobrevivendo hoje mais do que antes na história, de acordo com as novas estimativas de mortalidade infantil e materna divulgadas no relatório.

Desde 2000, as mortes infantis diminuíram quase a metade e as mortes maternas em mais de um terço, principalmente devido ao acesso melhorado a serviços de saúde disponíveis e de qualidade.

“Nos países em que se fornecem serviços de saúde seguros, acessíveis e de alta qualidade para todos, mulheres e bebês sobrevivem e prosperam”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS. “Esse é o poder da cobertura universal de saúde.”

Fonte: Agência Brasil


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Educação

Ex-catador de latinhas brasileiro aprovado em Harvard leva luz a escola da África

Além de Moçambique, outros países africanos como Zimbábue, Congo e Madagascar se interessaram pela iniciativa do brasileiro
Ex-catador de latinhas brasileiro aprovado em Harvard leva luz a escola da África
Mundo

Chuva cai pelo 2º dia e ajuda bombeiros a apagar fogo na Austrália

Muitos dos animais afetados tiveram seus habitats destruídos. Desta forma, especialistas alertam para o risco de extinção de algumas espécies
Chuva cai pelo 2º dia e ajuda bombeiros a apagar fogo na Austrália
Geral

Mourão deve reinaugurar hoje estação brasileira na Antártica

Cerimônia foi adiada por causa do mau tempo na região
Mourão deve reinaugurar hoje estação brasileira na Antártica
Economia

Integrantes da CDL de Jaraguá participam da maior feira de varejo do mundo

O objetivo é buscar informações e novas inspirações para o comércio local.
Integrantes da CDL de Jaraguá participam da maior feira de varejo do mundo
Ver mais de Mundo