Delivery Much
INTERNACIONAL

Justiça sueca reabre investigação sobre suposto estupro contra Assange

13 Mai 2019 - 08h39

A Justiça da Suécia anunciou nesta segunda-feira, 13, a reabertura das investigações contra o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, sobre o caso de 2010 de suposto estupro. A decisão foi tomada um mês após ele ser preso pela polícia britânica - depois de passar sete anos refugiado na embaixada do Equador em Londres.

"Hoje decidi reabrir a investigação", anunciou Eva-Maria Persson, procuradora-adjunta. Ela afirmou que pedirá que Assange "seja entregue" à Suécia "mediante uma ordem de detenção europeia".

A reabertura das investigações permitirá a Assange "limpar seu nome", afirmou o editor-chefe do WikiLeaks, o jornalista islandês Kristinn Hrafnsson. Ele disse em um comunicado que houve "pressão política" na Suécia para que o caso fosse reaberto. (Com agências internacionais).

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Biden vai pedir quarentena a passageiros internacionais

Ele pediu ainda o uso de máscaras em transportes entre os estados
Saúde

Weg integra grupo que fará doação para nova usina de oxigênio ao Amazonas

O grupo fará uma doação para o programa Unidos Contra a Covid-19 no valor de R$ 1,6 milhão, referente a uma usina de produção de oxigênio, que deverá dar suporte aos hospitais públicos da região
Weg integra grupo que fará doação para nova usina de oxigênio ao Amazonas
Saúde

Vacinas da Índia devem chegar no fim da tarde de amanhã no Rio

Foram contratadas duas milhões de doses
Vacinas da Índia devem chegar no fim da tarde de amanhã no Rio
Saúde

Covid-19: Índia vai exportar doses de vacina para Brasil nesta sexta

Covid-19: Índia vai exportar doses de vacina para Brasil nesta sexta
Ver mais de Mundo