INTERNACIONAL

Ex-chefe de campanha de Trump, Manafort é condenado a mais 43 meses de prisão

13 Mar 2019 - 20h25

Ex-chefe de campanha à presidência nos Estados Unidos de Donald Trump, Paul Manafort foi sentenciado nesta quarta-feira a mais 43 meses de prisão por dois crimes relacionados a seu trabalho de consultoria política na Ucrânia. Com isso, ele deve ficar no total mais de sete anos detido.

No mês passado, Manafort foi condenado após autoridades concluírem que ele mentiu a investigadores sobre uma série de temas, rompendo um acordo fechado com a Justiça. Na semana passada, ele pegou quatro anos por evasão fiscal, entre outros crimes.

O presidente Donald Trump não descartou conceder um perdão a Manafort e já lamentou publicamente a punição. Fonte: Dow Jones Newswires.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Economia

Dólar fecha praticamente estável a R$ 5,60

Bolsa encerra segunda-feira com pequena alta
Esportes

Flamengo é campeão brasileiro

Rubro-Negro perde de 2 a 1, mas garante oitavo título da história
Flamengo é campeão brasileiro
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Ver mais de Mundo