Joaçaba Pneus
INTERNACIONAL

EUA analisaram evidências para determinar veto a voos de Boeing 737 MAX

13 Mar 2019 - 19h49Por Gabriel Bueno da Costa

A Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês), órgão regulador do espaço aéreo nos Estados Unidos, divulgou nota nesta quarta-feira na qual comenta a decisão, anunciada anteriormente pelo presidente Donald Trump, de proibir por ora os voos de modelos Boeing 737 MAX no espaço aéreo do país. Segundo a FAA, a decisão foi resultado de um processo de coleta de dados e de novas evidências, bem como do estudo de dados disponíveis em satélite.

Com o anúncio de hoje, os EUA se juntam a uma série de países que vetaram por hora os voos das aeronaves 737 MAX da Boeing, depois da queda de um desse modelos no domingo na Etiópia, meses após acidente similar na Indonésia. A FAA diz que a decisão de que essas aeronaves não devem voar vigorará até mais investigações, incluindo o exame do voo na Etiópia. Uma equipe da FAA está na Etiópia ajudando na apuração, informa o órgão.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Anvisa autoriza vacina da Pfizer para crianças a partir de 12 anos

Estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela agência
Anvisa autoriza vacina da Pfizer para crianças a partir de 12 anos
Esportes

Em nota, jogadores da seleção criticam Copa América, mas negam boicote

Texto foi publicado nas redes sociais após vitória contra o Paraguai
Em nota, jogadores da seleção criticam Copa América, mas negam boicote
Saúde

Pfizer testará vacina em grupo de crianças com menos de 12 anos

Pesquisa vai envolver até 4.500 crianças
Pfizer testará vacina em grupo de crianças com menos de 12 anos
Esportes

Time espanhol realiza primeira transferência no mundo do futebol com criptomoedas

Tanto o jogador quanto a equipe são desconhecidos de boa parte do público, mas ainda assim houve um componente na negociação que foi uma grande novidade
Time espanhol realiza primeira transferência no mundo do futebol com criptomoedas
Ver mais de Mundo