INTERNACIONAL

Bolsonaro convoca reunião para discutir tensão na fronteira da Venezuela

22 Fev 2019 - 18h11Por Camila Turtelli

Em meio à crise da Venezuela, que se agravou nesta sexta-feira, 22, após o fechamento da fronteira com o Brasil, autoridades estão reunidas no Palácio do Planalto para discutir o assunto.

O governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), participa do encontro por vídeo conferência. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, também participa. Além dele, representantes dos ministérios da Defesa, Relações Exteriores, Infraestrutura, Minas e Energias, entre outros.

Uma operação organizada pela oposição a Nicolas Maduro na Venezuela prevê a entrada de ajuda humanitária para os venezuelanos partindo do Brasil e da Colômbia. Ontem, ao Estado, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse que em hipótese alguma o Brasil atravessará a fronteira.

Nesta sexta-feira, soldados venezuelanos abriram fogo contra um grupo de civis que tentava manter aberta uma passagem na região da fronteira entre a Venezuela e o Brasil.

Uma mulher e seu marido foram mortos e ao menos outras 15 pessoas ficaram feridas - 4 em estado grave -, segundo autoridades de Gran Sabana, onde aconteceu o incidente.

O ataque aconteceu na manhã desta sexta, quando uma escolta militar se aproximou de uma comunidade indígena de Kumarakapai. Os soldados abriram fogo com balas de borracha e gás lacrimogêneo quando os voluntários tentaram impedir que os veículos fechassem a passagem.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas

Recomendação saiu em nota emitida pela agência
Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas
Segurança

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

Mais de 30 pessoas ficaram feridas na cidade de Kazan
Geral

"Ensine seu filho que a polícia não prende criança": Sheila ingressou na PM em 2013

Na reportagem especial do Dia das Mães, as "Mulheres da Segurança" falam das alegrias e desafios da maternidade
"Ensine seu filho que a polícia não prende criança": Sheila ingressou na PM em 2013
Saúde

Diretoria da Anvisa rejeita importação e uso da Sputnik V

Compra da vacina foi solicitada por estados e municípios
Diretoria da Anvisa rejeita importação e uso da Sputnik V
Ver mais de Mundo