INTERNACIONAL

Advogado diz ao Congresso que Trump sabia de vazamento de e-mails democratas

27 Fev 2019 - 14h22

Michael Cohen, ex-advogado do presidente Donald Trump, disse nesta quarta-feira, 27, em depoimento ao Comitê de Supervisão e Reformas da Câmara dos Representantes, que o presidente sabia do encontro de um de seus assessores, Roger Stone, com representantes do WikiLeaks durante a campanha presidencial de 2016.

Ele também entregou à Câmara três anos de dados das finanças do presidente e afirmou que um dos filhos de Trump lhe pagou de volta o dinheiro que ele usou para silenciar a atriz pornô Stormy Daniels sobre um relacionamento dela com o republicano.

"Trump sabia da divulgação dos e-mails do Wikileaks antes de eles se tornarem públicos", disse Cohen. "Não sei se houve interferência russa na eleição, mas tenho minhas suspeitas."

À época, o WikiLeaks foi responsável pela divulgação de e-mails do Comitê Nacional Democrata, obtidos por hackers supostamente ligados ao governo russo.

Cohen disse também que o filho do presidente, Donald Trump Jr. lhe pagou de volta o dinheiro que ele usou para comprar o silêncio da atriz pornô Stormy Daniels, que manteve relações sexuais com o presidente antes de ele assumir o cargo. Fonte: Associated Press.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Esportes

Flamengo é campeão brasileiro

Rubro-Negro perde de 2 a 1, mas garante oitavo título da história
Flamengo é campeão brasileiro
Economia

Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões

No ano, o lucro chegou a R$ 2,340 bilhões, avanço de 45% ante o ano anterior
Lucro da Weg cresce 48,5% no 4º trimestre, para R$ 742,2 milhões
Economia

Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central

Medida prevê mandatos para dirigentes do órgão
Bolsonaro sanciona projeto que dá autonomia ao Banco Central
Economia

Dólar tem pequena queda e fecha a R$ 5,42

Bolsa sobe 0,38% em dia de recuperação
Ver mais de Mundo