Campanha Aniversário 146 Anos Jaraguá do Sul
Valeio Gorges
Política

Reunião discute criação de Fundo Constitucional de investimentos para a Região Sul

Deputado Carlos Chiodini (MDB) participou do encontro

18 Mai 2022 - 19h04Por Janici Demetrio
Reunião discute criação de Fundo Constitucional de investimentos para a Região Sul - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O Deputado federal Carlos Chiodini (MDB/SC), participou nesta quarta-feira (18), em Brasília, de uma reunião apartidária, com parlamentares líderes das bancadas dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande Sul, além de representantes do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, o BRDE, nesses três estados, inclusive o ex-governador, Eduardo Pinho Moreira, que é o Diretor Financeiro na unidade catarinense. 

Educação financeira

A proposta da agenda é uma frente ampla de trabalho integrado para criar um Fundo Constitucional para a Região Sul, o FUNDO SUL.

“Estamos reativando uma luta muito antiga e eu estou muito otimista com este trabalho. Ele é capitalizado com uma parte do que nós pagamos de impostos federais, como IPI e IR. Uma parte desse valor seria enviada para o Fundo, administrado pelo BRDE, inicialmente algo em torno de R$ 04 bilhões por ano, para os três estados. Esse valor seria utilizado para financiar aplicações de investimentos no setor privado, como expansão de empresas, projetos novos e também para infraestrutura no setor público com foco nas regiões menos desenvolvidas e com menor IDH desses estados”, explica Chiodini. 

Para fazer o que o deputado chamou de correção histórica, será necessário apresentar uma PEC, uma Proposta de Emenda à Constituição, que já conta com o apoio das bancadas dos três estados do Sul na Câmara Federal.

“Hoje as pessoas em Brasília olham pra gente como o Sul sendo uma região rica do país. Realmente tem regiões muito pujantes, mas cidades próximas acabam se tornando deprimidas economicamente. São essas distorções que nós precisamos consertar, e eu creio que o Fundo Constitucional dará mais vigor a novos investimentos na nossa indústria, comércio e tornará o Sul do Brasil mais competitivo”, explica. 

Para se ter uma ideia, os três estados do Sul juntos representam 17,9% da produção brasileira, 17,7% do PIB e são responsáveis por 18,41% das exportações e 14,4% da arrecadação nacional, mas estamos carentes de investimentos federais em infraestrutura o que impede o desenvolvimento econômico. As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, já são contempladas com essa destinação e recebem para os fundos constitucionais, 3% do produto da arrecadação do IPI e do IR. Deste total, cabe ao Norte (FNO) 0,6%, ao Centro-Oeste (FCO) 0,6% e ao Nordeste (FNE) 1,8% e o Fundo Sul seguiria os mesmos moldes.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e região? Participe dos nosso grupos do WhatsApp ou do Telegram! 

Valeio Gorges

Matérias Relacionadas

Política

Investigações continuam no Samae

42 contratos entre Samae e fornecedores estão sendo apurados. Números foram apresentados na terça-feira (5) em coletiva de imprensa
Investigações continuam no Samae
Geral

Ouvidoria da Prefeitura de Jaraguá atende por aplicativo, site e e-mail

População deve evitar uso de registro pelo 0800 e presencial. Ouvidoria passa por processo de contratação de ouvidores
Ouvidoria da Prefeitura de Jaraguá atende por aplicativo, site e e-mail
Geral

27ª Festa Estadual do Colono começa na sexta-feira e vai até domingo

Exposições, gastronomia, bailes, desfiles e muita alegria devem marcar a Festa do Colono, na Sociedade Centenário do Rio da Luz
27ª Festa Estadual do Colono começa na sexta-feira e vai até domingo
Política

Ronnie Lux toma posse na Câmara de Vereadores de Jaraguá

Ele entra na vaga do vereador Onésimo Sell (MDB), que se afastou da função legislativa para assumir a diretoria do Samae
Ronnie Lux toma posse na Câmara de Vereadores de Jaraguá
Ver mais de Política