CMJS - Agosto
Saúde

Secretário vai a Brasília em busca do dinheiro para a UPA 24h

08 Fev 2013 - 11h46

A diretoria de atenção básica da secretaria municipal da saúde em Jaraguá do Sul, está recomendando que as pessoas que buscam atendimento médico no posto de saúde Claudemir José Witkoski, no bairro Tifa Martins, sejam encaminhadas para o Pama I (Pronto Atendimento Médico Ambulatorial), no bairro Czerniewicz. Enquanto não houver o substituto para o clinico geral que saiu de férias por 30 dias.


No posto de saúde do Bairro Rio Cerro II, uma médica está atendendo a tarde de segunda a quarta-feira e nas quintas e sextas, também a tarde, no Santa Luzia. No posto de saúde do bairro Santo Antônio, o médico pediu exoneração, ele vai atuar em outro município, e se dedicar a residência médica. De acordo com a diretora Iuá Candida Marafon Guenther, já foi pedido um substituto ao setor de Recursos Humanos, mas é preciso aguardar a publicação da portaria de exoneração do médico. Médicos aprovados no último concurso estão sendo chamados. "Um deles demonstrou interesse em trabalhar conosco", comemora Iuá.

A construção da primeira UPA (Unidade de Pronto Atendimento), uma espécie de mini pronto socorro, deve ajudar a resolver parte do problema. Ao menos, vai aliviar as emergências dos hospitais São José e Jaraguá. Onde 75% dos procedimentos, poderia ser feito em outras unidades de saúde de acordo com levantamentos técnicos. Foram mapeados cinco locais para a edificação. A mais provável para a primeira UPA é na Rua Adão Noroschy, na Vila Lenzi. Ainda neste mês o secretário de saúde, Ademar Possamai, vai a Brasília em busca do R$ 1,4 milhão, que o Governo Federal liberou para Jaraguá do Sul, em dezembro do ano passado, para a construção da primeira UPA. Caberá à prefeitura oferecer a infraestrutura técnica, uma ambulância, os equipamentos e os profissionais para atenderem 24 horas, com pediatria e clínica geral.