Mês do Trânsito - Rádio
Geral

PSDB vai pedir investigação sobre Ideli na Comissão de Ética, diz líder

03 Abr 2012 - 14h16

O líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), afirmou na tarde desta segunda-feira (2) que o partido irá ingressar com uma representação na Comissão de Ética Pública da Presidência da República pedindo que seja investigada a suposta relação da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, com uma empresa contratada pelo ministério da Pesca.


Por meio de nota, Ideli negou a ligação com a empresa. Sobre a representação anunciada pelo PSDB, a assessoria de Ideli afirmou que a ministra só irá se manifestar quando a representação chegar à comissão.

Reportagem do jornal "O Estado de S.Paulo" publicada na sexta-feira (30) afirma que a empresa Intech Boating foi contratada pelo Ministério da Pesca para construir lanchas-patrulha no valor de R$ 1 milhão cada. Segundo o jornal, após a contratação, a empresa foi procurada pelo PT de Santa Catarina para doar R$ 150 mil ao comitê local.

Ainda de acordo com o a reportagem, o PT catarinense pagou 81% dos custos da campanha de Ideli ao governo daquele estado, em 2010. Ela perdeu a eleição, assumiu o ministério da Pesca em 2011 no governo de Dilma Rousseff e, em seguida, a Secretaria de Relações Institucionais.

Segundo Alvaro Dias, o PSDB já havia feito um pedido ao Tribunal de Contas da União (TCU) no ano passado para que fosse feita uma investigação sobre o contrato.


"O fato novo é a contribuição à campanha eleitoral. Portanto, cabe agora à Comissão de Ética Pública da Presidência da República investigar este fato. O tribunal de Contas continua investigando. O requerimento está sendo preparado e vamos protocolar ainda hoje para que a Comissão de Ética Pública instaure os procedimentos necessários à esfera do Poder Executivo", afirmou o senador.

Em nota divulgada ainda na sexta-feira (30), a ministra negou qualquer relação com a empresa. Segundo a nota, "a doação questionada pelo jornal 'O Estado de São Paulo', não foi feita para a candidatura de Ideli Salvatti ao governo do Estado". A nota ainda afirma que a doação da empresa foi destinada ao Comitê Financeiro do Partido dos Trabalhadores (PT) em Santa Catarina e não a Ideli.

GLOBO.COM.BR

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul registra 38ª morte em decorrência do coronavírus

Nas últimas 24 horas foram 23 novos casos e 17 pessoas recuperadas
Jaraguá do Sul registra 38ª morte em decorrência do coronavírus
Corupá

Comunicado de utilidade pública: novo foco de dengue é registrado em Corupá

Este é o 9º foco positivo registrado em 2020 no Município
Geral

Parques são permitidos. Mas cuidados continuam

Prática de atividades físicas e até permanecer no local é permitido agora – com uso de máscara, álcool em gel, distanciamento
Parques são permitidos. Mas cuidados continuam
Educação

Educação capacita gestores para retomada e anuncia apoio pedagógico presencial na rede estadual

As redes municipal, privada e federal têm autonomia para decidir como conduzir as ações pedagógicas e a retomada, porém, de acordo com o que estabelece o PlanCon e mediante o acompanhamento e a atuação dos comitês municipais
Educação capacita gestores para retomada e anuncia apoio pedagógico presencial na rede estadual
Ver mais de Geral