transito
Geral

Projeto de Caropreso inclui biomassa de banana verde e pescado na merenda escolar

De acordo com o parlamentar, a objetivo é de melhorar a qualidade da merenda escolar oferecida para as crianças e adolescentes.

21 Nov 2018 - 11h20

O deputado estadual, Dr. Vicente Caropreso (PSDB) protocolou nessa semana um projeto de lei que tem como objetivo a introdução da biomassa de banana verde e o pescado na merenda escolar da rede pública estadual de ensino.

De acordo com o parlamentar, a objetivo é de melhorar a qualidade da merenda escolar oferecida para as crianças e adolescentes. “Uma alimentação  saudável garantirá um maior rendimento escolar e mais qualidade de vida aos nossos estudantes que estão, na sua maioria,  em fase de crescimento.  Essa utilização é ainda mais adequada quando analisamos a alta produção de banana e de pescados em nosso estado” pontou.

A biomassa de banana verde é rica em vitaminas C, B1 e B6, Betacaroteno e tem alto teor de fibras. Ela pode ser utilizada na produção de biscoitos, pães, vitaminas e em molhos. Já o peixe possui enorme concentração de nutrientes, vitaminas e proteínas, e é considerado um dos alimentos mais saudáveis que pode ser encontrado na natureza. Além disso, é uma das melhores fontes de ácidos graxos ômega-3, importantes para o funcionamento do corpo e do cérebro. Nutricionistas recomendam consumir peixe pelo menos três vezes por semana.

Caropreso ainda salienta sobre a questão econômica. “Em Santa Catarina temos 29,5 mil hectares de pés de banana. Na região norte a cadeia produtiva da bananicultura é formada por 1.758 famílias dos municípios de Araquari, Barra Velha, Corupá, Garuva, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Joinville, Massaranduba, São Francisco do Sul, São João do Itaperiú e Schroeder. O município com maior produção é Corupá. A safra de 2016 movimentou mais de 270 milhões de reais nas 11 cidades”.

O valor bruto gerado pela produção deste setor é de 74,6% do total catarinense, já que a região norte é a maior produtora de banana do estado. Atualmente, é responsável por 58% da produção estadual, tendo como mais comercializadas as bananas caturra e a prata.

Santa Catarina é o maior produtor nacional de pescado marinho, sendo que a pesca industrial responde por 136 mil toneladas e a pesca artesanal por 14 mil toneladas, totalizando 150 mil toneladas ao ano. Itajaí e navegantes abrigam as maiores indústrias de processamento de pescados do Brasil e representam o maior polo pesqueiro do país em produção e beneficiamento.

“Com essa produção de bananas e pescados no nosso estado –  sendo produtos altamente nutritivos – vou trabalhar para que nossas crianças e adolescentes tenham acesso a um alimentação saudável no ambiente escolar. Com peixes e biomassa de banana verde no cardápio da merenda estadual” finalizou Caropreso.

Matérias Relacionadas

Geral

Paguei a multa, mas recebi a notificação de Suspensão da CNH, por que?

O pagamento da multa é apenas uma das diversas penalidades que a infração de trânsito pode trazer
Paguei a multa, mas recebi a notificação de Suspensão da CNH, por que?
Geral

Samae inicia a implantação de mais um PEV em Jaraguá do Sul

O novo Ponto de Entrega Voluntária está localizado no bairro Ilha da Figueira, e a previsão é de que seja entregue no mês de setembro
Samae inicia a implantação de mais um PEV em Jaraguá do Sul
Geral

Referência como marca empregadora, Lunelli conquista selo Great People Mental Health

Companhia têxtil foi reconhecida a partir de política institucional de promoção do bem-estar aos colaboradores
Referência como marca empregadora, Lunelli conquista selo Great People Mental Health
Geral

Microexplosão atinge município gaúcho de São Luiz Gonzaga

Fenômeno se dá quando há intensa instabilidade associada a frente fria
Microexplosão atinge município gaúcho de São Luiz Gonzaga
Ver mais de Geral