Educação

Professores mantêm-se mobilizados na Assembleia Legislativa

13 Jul 2011 - 16h10

Os deputados da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa não chegaram a um consenso nesta terça-feira, sobre o projeto de lei complementar que altera o salário e o plano de carreira dos professores, e decidiram adiar a decisão para esta quarta-feira. O governo pode enviar o texto direto para plenário, sem aprovação da Comissão, desde que a maioria dos deputados concorde, segundo o presidente da Assembleia, Gelson Merisio, do Democratas.

[jwplayer mediaid="91293"]

 

Já o deputado petista Dirceu Dresch argumenta que a Assembleia Legislativa não deve ser usada para resolver o problema entre o Estado e os professores. Para Dresch, ele é muito polêmico, além de retirar conquistas históricas da categoria e por isso não pode ser votado a toque de caixa.

[jwplayer mediaid="91291"]


O dia foi bastante tumultuado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Enquanto os deputados discutiram o tema na presença de alguns professores, outros gritavam e protestavam do lado de fora, porque não querem a aprovação do projeto porque ele altera o plano de carreira do magistério. Se o Projeto de Lei Complementar não for aprovado, os salários dos professores voltam aos valores que tinham antes da greve. Para pressionar o governo e evitar a votação do projeto, os professores permaneceram acampados em frente à Alesc e prometem retomar os protestos nesta quarta-feira. Em contato via telefone ao vivo no Jornal da Jaraguá, com o representante do Sindicato dos Professores Sandro Cifuente.

[jwplayer mediaid="91295"]

Na região do Vale do Itapocu, a gerente Regional de Educação acredita no fim da greve já nos próximos dias.

[jwplayer mediaid="91297"]

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira
Política

Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim

Deputado repercutiu assuntos tratados com secretário de Agricultura no norte catarinense e necessidade de reforço nas barreiras fitossanitárias
Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim
Geral

Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo

Os usuários que estacionarem na Zona Azul da cidade e não efetuarem o pagamento, continuarão a receber o Aviso de Cobrança de Tarifa, mas somente poderão efetuar a quitação no prazo de até 10 minutos a partir do horário de emissão do aviso
Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo
Saúde

Havan ajuda na compra de dois respiradores

Um deles foi doado para o Samu de Joinville e o outro para Barra Velha. Ambos vão atender os pacientes do município quando precisam ser transportados com urgência para hospitais da região
Ver mais de Geral