Delivery Much
Vinhos

Produção agroecológica de vinho já é realidade em assentamentos catarinenses

O processo é todo manual e leva de 90 a 100 dias com etapas de fermentação, transvase e filtragem até que o produto fique próprio para o consumo

18 Mai 2019 - 06h00Por Incra de Santa Catarina
Produção agroecológica de vinho já é realidade em assentamentos catarinenses -

A produção de uvas sem uso de agrotóxicos nos assentamentos Índio Galdino e 1º de Maio, criados pelo Incra em Curitibanos, no Meio-Oeste catarinense, tem se concretizado como mais uma fonte de renda para quatro famílias que investem há, aproximadamente, quatro anos no cultivo. Além da fruta in natura, o produto já rendeu litros de vinho – a nova aposta de comercialização do grupo. 

Segundo Fábio Granemann, engenheiro agrônomo da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), que atende as famílias, os assentamentos estão dentro do zoneamento para a cultura, considerada uma ótima alternativa para diversificação nos lotes. “O trabalho começou com o incentivo da doação de mudas pela Prefeitura de Curitibanos e visa a produção de uvas bordô e niagara para produção de suco e vinho”, explica o técnico. 

O casal de assentados Neomar Pinto Ribeiro e Joselaine Lima foi um dos primeiros a aderir ao cultivo em seu lote, que tem certificação orgânica pela Rede de Agroecologia Ecovida. “No começo tinha muita dúvida, pois não tinha uva na região, especialmente orgânica, mas hoje tenho 700 pés no meu lote e colhi 2.500 quilos neste ano”, conta Neomar. O sucesso com a produção sem químicos veio através da capacitação em cursos e do cuidado intenso no cultivo. “Tem que estar direto em cima, tratando, fazendo a poda certa, roçando”, explica. Além da uva, o lote também produz morango orgânico e hortaliças que vão para a merenda escolar. Em breve, a higienização da produção será organizada com recursos do Crédito Fomento Mulher, concedido pelo Incra. 

Foto: Divulgação / Inca


Bebida colonial
Desde o ano passado, Neomar decidiu beneficiar a fruta, produzindo vinho artesanal. O processo é todo manual e leva de 90 a 100 dias com etapas de fermentação, transvase e filtragem até que o produto fique próprio para o consumo. Foram 800 litros obtidos em 2019, inicialmente para consumo próprio, de familiares e amigos. Mas a intenção para os próximos anos é comercializar. “Futuramente quero certificar o vinho orgânico”, planeja. 

Contando 1.250 litros de vinho obtidos neste ano, Nadir e Ademar Jasper, assentados da reforma agrária no projeto 1º de Maio, têm investido na bebida há três anos e a produção só aumenta. “Agora temos da bordô e da niagara, que é o vinho branco”, comenta Jasper. Eles também buscam manter o cultivo dentro dos padrões da agroecologia e se organizam para o processo de certificação. 

A ideia de agregar valor à uva tem sido fomentada pela participação dos agricultores na Associação de Produtores de Uva de Curitibanos (Apruvac). A organização planeja cursos, degustações e a industrialização do vinho conhecido no estado como “colonial”. Caracterizado pela origem na agricultura familiar, este vinho conta com leis federal e estadual específicas para facilitar sua produção e comercialização.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Vulcão Etna entra em erupção na Itália

Fenômeno foi visível na parte leste da Sicília
Geral

INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro

Portaria foi publicada hoje no Diário Oficial da União
INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro
Geral

Defesa Civil alerta para risco de deslizamento de terra em Jaraguá

Durante a madrugada, uma árvore caiu sobre uma casa, no bairro Tifa Monos, após um deslizamento de terra
Defesa Civil alerta para risco de deslizamento de terra em Jaraguá
Saúde

Guaramirim inicia vacinação contra a covid

Três profissionais do Centro de Triagem receberam as primeiras doses nesta terça-feira (19)
Guaramirim inicia vacinação contra a covid
Ver mais de Geral