Banner Proauto
INSS

Governo vê economia de R$ 139 mi ao ano após cortar 8.442 auxílios-doença

19 Out 2016 - 11h33
O governo cancelou 8.442 auxílios-doença, o que representa 77,5% dos cerca de 10,8 mil que passaram pelo pente-fino do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) até o último sábado (15), segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

Com isso, o governo espera que sejam economizados R$ 139 milhões por ano. Os cortes foram por causa de irregularidades na concessão dos benefícios, de acordo com o ministério.

Os números fazem parte do primeiro balanço oficial do pente-fino e foram divulgados na segunda-feira (17) pelo secretário-executivo do ministério, Alberto Beltrame. O início da revisão completou um mês.
Os primeiros auxílios-doença que passaram pelo pente-fino são dos mais jovens. O INSS convocou dois lotes até agora: o primeiro de pessoas até 39 anos e o segundo de 40 a 45 anos.


Uol Noticias
GNet

Matérias Relacionadas

Economia

Começa a Compra Premiada em Guaramirim

Ação vai distribuir R$ 42 mil em prêmios
Começa a Compra Premiada em Guaramirim
Geral

Navegantes não terá a Navegay em 2022

No ano passado, na 42ª edição, cerca de 200 mil pessoas aproveitaram a festa.
Navegantes não terá a Navegay em 2022
Saúde

Posto de Saúde do João Pessoa terá Farmácia Básica a partir de quarta-feira

Unidade terá os mesmos medicamentos oferecidos nas outras quatro farmácias básicas do município
Posto de Saúde do João Pessoa terá Farmácia Básica a partir de quarta-feira
Geral

Fujama captura maior espécie de cobra do Norte de SC em Jaraguá

Cobra tem cerca de um metro
Fujama captura maior espécie de cobra do Norte de SC em Jaraguá
Ver mais de Geral