Educação

Governador vai pedir à União apoio para pagar professores

31 Mai 2011 - 15h31

O governador Raimundo Colombo reafirmou estar aberto ao diálogo com a categoria e falou dos limites financeiros do Estado, em entrevista coletiva, na tarde desta segunda-feira, em Florianópolis. Segundo ele, o Governo já está cumprindo o piso e a lei, e aberto ao diálogo. Colombo também pediu aos professores para que voltem a sala de aula e que as crianças tenham aula normal. O aumento pedido pelos professores impactaria R$ 109 milhões mensais sob a folha, o que inviabiliza o pagamento. Com a medida provisória do Executivo, encaminhada à Assembleia Legislativa, o Governo catarinense garante que nenhum professor do Estado ganhará menos de R$ 1.683,00.


O governador Raimundo Colombo estará, nesta quarta-feira, em Brasília, para conversar com o ministro da Educação, Fernando Haddad, e entender a posição do Governo Federal sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal em relação ao pagamento do piso, já que o acórdão ainda não foi publicado. No início do ano, o advogado-geral da União afirmou que o Governo Federal iria ajudar os Estados a pagarem o piso da categoria.

[jwplayer mediaid="92672"]

 

A Gerência Regional de Educação informou que 339 professores e servidores estavam com as atividades paralisadas em 24 escolas da microrregião nesta segunda-feira. Cerca de nove mil alunos não tiveram aula neste mesmo dia. A Gerência solicita também aos pais que entrem em contato com as escolas onde os seus filhos estudam para saber como será o cronograma de atividades do dia. Já o Sinte realizou dois atos nesta segunda feira. Em Corupá e Guaramirim. Para está terça-feira, está prevista uma manifestação em frente à Gered, às 13h.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Nova norma afasta incertezas sobre benefício da Lei Aldir Blanc
Geral

Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões

Número é maior que população porque muitos têm mais de um chip
Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões
Geral

Quem vai se vacinar também pode ajudar com um quilo de alimento

Campanha Vacina Ação Solidária inicia nesta terça-feira (6) no Pavilhão A do Parque Municipal de Eventos. Quem for se vacinar, pode levar um quilo de alimento não perecível. Se puder e quiser
Quem vai se vacinar também pode ajudar com um quilo de alimento
Saúde

Hemosc necessita de doações de sangue para manter estoques

A doação de sangue está funcionando com horário agendado previamente, que pode ser por telefone ou diretamente no site
Hemosc necessita de doações de sangue para manter estoques
Ver mais de Geral