Unimed - Capa
Geral

Famílias com trigêmeos ou mais começam a receber benefícios a partir de segunda-feira

25 Ago 2012 - 14h42

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST) começa a efetuar o pagamento às famílias com trigêmeos ou mais na segunda-feira, 27. Foram repassados R$ 60 mil do Tesouro do Estado e serão pagos os meses de janeiro a julho de 2012. O pagamento está previsto na lei aprovada em 2010 e regulamentada em abril deste ano que garante o benefício a famílias de todas as classes sociais. Pela lei, o benefício passa a contar a partir da data do requerimento, desde que todos os documentos sejam apresentados. O auxílio deve ser dado com base na lei nº 15.390/2010, regulamentada pelo decreto nº 937, de 25 de abril de 2012. Cada família receberá R$ 357 mensais por criança até que complete seis anos. Atualmente, 80 famílias estão cadastradas na Secretaria para receber o valor.


O Secretário de Estado da SST, João José Cândido da Silva, afirmou que a pasta tem atuado em parceria com a Secretaria de Estado da Fazenda para regularizar os pagamentos. "Estamos trabalhando para buscar o valor necessário ao cumprimento da lei para regularizar o pagamento deste ano e dos anos subsequentes", explicou. O levantamento de todos os processos pendentes foi efetuado com a ajuda da assistência social dos municípios e das secretarias de Desenvolvimento Regionais (SDRs), que foram acionadas para confirmar a existência das crianças e juntar documentos previstos em lei.

Em relação aos atrasados, o Secretário destacou que é preciso discutir uma alternativa com a Procuradoria Geral do Estado. O secretário considera que há um equívoco na lei, que prevê o pagamento a todas as famílias, o que não é compatível com a Política de Assistência Social. "O benefício extrapola o direito à assistência social, que deve ser dirigida a quem dela precisar. Vamos trabalhar para direcionar a aplicação da lei para as pessoas necessitadas", ressaltou. Esta também é a recomendação da Secretaria Nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A sugestão é de que o benefício seja concedido àquelas famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) para assegurar que os recursos estejam ao alcance daqueles de renda mais baixa.


Cândido da Silva informou que o controle dos cadastros será feito com a visita semestral aos pais ou responsáveis nos endereços fornecidos para que se possa fazer a comprovação de vida. Em caso de morte de uma das crianças, as demais continuarão recebendo o benefício. O Secretário destacou ainda que pela legislação a Diretoria de Assistência Social (DIAS) da SST ficará responsável pela coordenação e pelo controle dos processos administrativos relacionados ao benefício. Para requerer o benefício, os familiares de trigêmeos ou mais devem procurar uma das 36 gerências de assistência social nas SDRs ou então diretamente a Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), em Florianópolis. Na Capital, o horário de funcionamento da secretaria é das 13h às 19h.

Matérias Relacionadas

Geral

Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital

Certificação de cópias passa a ser de forma online
Cartórios já podem autenticar documentos por meio digital
Geral

Equipamentos públicos prestam assistência às mulheres vítimas de violência

Os profissionais dos Creas auxiliam as mulheres vítimas de violações de direitos com encaminhamentos e orientações referentes a serviços de Saúde, Educação, Defensoria Pública, Jurídicos e outros que forem necessários
Equipamentos públicos prestam assistência às mulheres vítimas de violência
Geral

Chuva provoca alagamentos em Guaramirim; Veja fotos

Choveu mais de 124 milímetros na madrugada, causando alagamentos em diversos bairros.
Chuva provoca alagamentos em Guaramirim; Veja fotos
Geral

Caminhão pega fogo na SC 108 em Massaranduba

Ninguém se feriu
Caminhão pega fogo na SC 108 em Massaranduba
Ver mais de Geral