Imobiliária Coralli
Lei

Em 5 anos, novos prédios deverão ter medidores individuais de consumo de água

13 Jul 2016 - 11h50
O presidente interino Michel Temer sancionou sem vetos a lei que torna obrigatória a medição individualizada de água em novos condomínios. A determinação, que visa a obrigar os prédios a adotar padrões de sustentabilidade, começa a valer somente em 2021.

De acordo com a Lei 13.312, que altera uma legislação específica que trata do saneamento básico, as novas edificações condominiais serão obrigadas a incluir em suas construções hidrômetros capazes de medir individualmente o consumo hídrico. Atualmente, a maioria de condomínios dispõe apenas uma medição coletiva, e o valor cobrado nem sempre corresponde ao que os moradores de cada apartamento realmente consumiram.

Segundo o governo, a medida tem o objetivo de “aprimorar a sustentabilidade ambiental” e “fazer justiça àqueles que economizam a água do planeta”.

Aprovado no último dia 22 de junho, o projeto de lei foi proposto em 2011 pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE). A sanção de Temer foi publicada nesta terça-feira (12) em edição extra do Diário Oficial da União.

Definição de desastres naturais vetada

Na mesma publicação, o presidente interino vetou integralmente o projeto de lei que especificava os eventos considerados desastres naturais que podem motivar a liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pelos trabalhadores. A proposição considerava como desastres naturais vendavais, tempestades, ciclones, furacões, tufões, tornados e trombas d’água, precipitações de granizo, enchentes ou inundações, enxurradas, alagamentos, inundações e deslizamentos.

De acordo com o governo, o mais adequado seria definir os eventos climáticos por meio de um regulamento do Poder Executivo, e não de uma lei. “Ademais, situações emergenciais ora em curso, e reguladas em decreto, não estão contempladas na proposta sob sanção, a exemplo dos desastres provocados por colapso de barragens, o que ilustra a importância da flexibilidade do instrumento”, argumentou Temer, ao decidir pelo veto à medida.

 

 

Fonte: Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Segurança

PM cumpre mandado contra homem acusado por tentativa de homicídio

O acusado que foi levado para o Presídio Regional, acabou sendo capturado na Rua Prefeito José Bauer, bairro Rau em Jaraguá do Sul
PM cumpre mandado contra homem acusado por tentativa de homicídio
Jaraguá do Sul

Seguem em ritmo acelerado as obras de pavimentação na João Januário Ayroso

A via, com 5680 metros de extensão, é também muito utilizada por quem quer visitar o Parque Malwee, um dos pontos turítisticos do Município
Seguem em ritmo acelerado as obras de pavimentação na João Januário Ayroso
Saúde

Governo do Estado de SC distribui medicamentos para intubação a hospitais de todas regiões

O material recebido do Ministério da Saúde irá garantir o atendimento nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs)
Governo do Estado de SC distribui medicamentos para intubação a hospitais de todas regiões
Geral

IPVA 2020: parcelamento em três vezes sem juros termina no dia 10 de agosto

Em Santa Catarina, o tributo varia entre 1% e 2% do valor venal do veículo
IPVA 2020: parcelamento em três vezes sem juros termina no dia 10 de agosto
Ver mais de Geral