Geral

Coreia do Sul acusa Norte por ataque de hackers contra banco

03 Mai 2011 - 11h44

Promotores sul-coreanos estão acusando a Coreia do Norte pelo ataque que paralisou um dos maiores bancos da Coreia do Sul no mês passado.

 

 

As operações do banco NongHyup, ligado à Federação Cooperativa Agrária Nacional, foram interrompidas durante três dias por causa de um ataque cibernético, impedindo os clientes de ter acesso a seu dinheiro.

 

A promotoria pública de Seul, capital sul-coreana, classificou o ataque de "terrorismo cibernético sem precedentes, deliberadamente planejado" pela Coreia do Norte.

 

Eles afirmaram que o programa utilizado para prejudicar as atividades do banco era o mesmo utilizado em ataques cibernéticos anteriores promovidos por hackers que estariam a serviço da Coreia do Norte.

 

Guerra cibernética

 

Segundo os promotores, um laptop usado por uma prestadora de serviços do banco passou a servir de "computador zumbi", operado à distância pela Coreia do Norte a partir de setembro de 2010.

 

Este computador teria sido utilizado para realizar o ataque ao banco.

 

Eles apuraram ainda que um dos endereços de protocolo de internet utilizados para penetrar no sistema de segurança do banco NongHyup foi o mesmo utilizado em março para outro ataque com origem no país vizinho.

 

O endereço de protocolo de internet (IP, na sigla em inglês) permite identificar a origem de dados enviados pela internet.

 

O programa usado para o ataque também seria semelhante ao que foi utilizado em julho de 2009, quando uma série de sites do governo sul-coreano foram atacados por hackers.

 

A mídia sul-coreana também já havia acusado a Coreia do Norte de manter uma equipe de guerra cibernética para penetrar nas redes governamentais e financeiras da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

 

Por causa do ataque recente, os serviços do banco NongHyup foram suspensos por três dias e os históricos dos cartões de crédito de alguns clientes foram deletados.

 

Tensão

 

Tecnicamente, as duas Coreias permanecem em estado de guerra desde a Guerra da Coreia (1950 - 1953).

 

Mas a tensão entre os países vizinhos cresceu nos últimos meses por causa de dois incidentes com mortes.

 

A Coreia do Sul culpa o Norte por afundar seu navio de guerra Cheonan em março de 2010, causando a morte de 46 membros da tripulação. A Coreia do Norte nega ter tido qualquer participação no incidente.

 

Em novembro de 2010, quatro sul-coreanos foram mortos quando soldados da Coreia do Norte bombardearam uma ilha na fronteira entre os países. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Fonte: Estado de SP

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira
Política

Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim

Deputado repercutiu assuntos tratados com secretário de Agricultura no norte catarinense e necessidade de reforço nas barreiras fitossanitárias
Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim
Geral

Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo

Os usuários que estacionarem na Zona Azul da cidade e não efetuarem o pagamento, continuarão a receber o Aviso de Cobrança de Tarifa, mas somente poderão efetuar a quitação no prazo de até 10 minutos a partir do horário de emissão do aviso
Justiça suspende pagamento de tarifa de pós-utilização no rotativo
Saúde

Havan ajuda na compra de dois respiradores

Um deles foi doado para o Samu de Joinville e o outro para Barra Velha. Ambos vão atender os pacientes do município quando precisam ser transportados com urgência para hospitais da região
Ver mais de Geral