Joaçaba Pneus
GERAL

Conselho da Procuradoria nega recurso de Márcio França e mantém inquérito

01 Mar 2019 - 22h07Por Fabio Leite

O Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo negou um recurso do ex-governador Márcio França (PSB) pedindo o arquivamento do inquérito que foi aberto em janeiro para investigá-lo pelo suposto uso indevido dos helicópteros da Polícia Militar durante seu governo, em 2018.

França havia alegado que a Promotoria do Patrimônio Público tinha contrariado uma norma interna do MP paulista ao instaurar a investigação com base em denúncia anônima. Mas os procuradores do Conselho entenderam que há indícios a serem apurados e que seria prematuro arquivar o inquérito, que volta para as mãos do promotor Ricardo Manuel Castro.

No mês passado, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que França usou os helicópteros Águia da PM para se deslocar a uma série de compromissos políticos e particulares durante seus quase nove meses de mandato. Registros de voos feitos pela Secretaria da Casa Militar mostram que o ex-governador embarcou nas aeronaves para participar de convenções de partidos que o apoiaram na eleição, assistir a jogo de futebol, ir à festa de aniversário de político aliado e até jantar com então primeira-dama em uma hamburgueria em Santos, no litoral paulista.

Ao todo, foram 365 voos pelo Estado entre os dias 7 de abril, quando França assumiu o governo após a renúncia de Geraldo Alckmin (PSDB), e 31 de dezembro, quando ele deixou o cargo após perder a eleição para o tucano João Doria. A soma dos tempos de voos chega a 169 horas, o que equivale a uma semana inteira no ar - cada hora de voo custa R$ 5,9 mil a preço de mercado. Foram 83% mais decolagens do que Alckmin fez em todo o ano anterior: 199.

À época, França afirmou, por meio de nota, que os helicópteros da Polícia Militar "nunca foram utilizados indevidamente" por ele e que "todo o modo de deslocamento do governador é definido pela Casa Militar". Ainda de acordo com a nota, "todos os eventos" citados pela reportagem "foram compromissos do governador" e os deslocamentos para agendas de campanha eleitoral foram feitos com aeronaves alugadas pelo comitê ou partido.

Matérias Relacionadas

Geral

Mais 300 ruas terão iluminação de LED em Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul possui em torno de 25 mil pontos de iluminação pública, atualmente são mais de 5.500 luminárias de LED instaladas em 250 ruas, 16 praças e outros ambientes públicos
Mais 300 ruas terão iluminação de LED em Jaraguá do Sul
Geral

GUARAMIRIM - Programa Nascer recebe propostas para pré-incubação de ideias inovadoras

Objetivo da iniciativa é visa estimular a inovação e o empreendedorismo inovador de base tecnológica
Geral

Organizadores divulgam Festival de Cinema na Câmara 

O Festival conta com mostras competitivas de várias categorias como curta metragem, longa metragem, tanto em documentário quanto ficcional ou animação.
Saúde

Para conter avanço da covid, áreas coletivas dos parques são interditadas em Jaraguá

Apenas atividades físicas individuais, com uso de máscara, estão permitidas nesse período, sem a permanência nos parques
Para conter avanço da covid, áreas coletivas dos parques são interditadas em Jaraguá
Ver mais de Geral