#ficaemcasa
Geral

Chega a 103 o número de presos por envolvimento em atos de terror em Santa Catarina

27 Fev 2013 - 21h01

Oitenta e oito suspeitos de envolvimento nos ataques em Santa Catarina foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público do estado. Segundo o promotor de Justiça Onofre Agostini, coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, trata-se de uma resposta rápida diante da onda de violência que, desde o dia 30 de janeiro, atingiu 37 cidades catarinenses.


"Estamos atuando de forma conjunta com os demais órgãos de segurança, o que tem trazido efetividade às ações, e traçando estratégias jurídicas para lidar com a situação e para garantir que os responsáveis sejam punidos", disse à Agência Brasil, acrescentando que o número de denunciados "deve aumentar muito", conforme avancem as investigações.

Entre os crimes apontados com mais frequência estão formação de quadrilha armada, constrangimento ilegal, incêndio e corrupção de menores.

Onofre Agostini informou que cerca de 40 promotores de Justiça, que atuam em Florianópolis e cidades onde ocorreram os principais ataques, participaram de uma reunião hoje (27) para avaliar o trabalho da força-tarefa criada há quase duas semanas pela Polícia Civil para combater a onda de violência.

Até agora, a equipe foi designada para cumprir 97 mandados de prisão expedidos pela Justiça. Embora a Polícia Civil não tenha informado o número atualizado com o total de mandados cumpridos, a corporação aponta que foram presas, desde 30 de janeiro, 103 pessoas.


O promotor de Justiça destacou que, desde que a força-tarefa começou a atuar, no mesmo fim de semana em que a Força Nacional foi deslocada para reforçar as ações no estado, houve redução nas ocorrências associadas à série de ataques, tendo sido observados principalmente episódios de vandalismo.

Segundo a Polícia Militar catarinense, pela primeira vez desde o início da onda de violência, não houve registro de nenhum episódio associado aos ataques nem de vandalismo na noite de ontem (26) e madrugada de hoje (27). Desde 30 de janeiro, houve 113 ocorrências em 37 cidades.

AGÊNCIA BRASIL

Matérias Relacionadas

Coronavírus

Presidente da Amvali reforça que decreto é o que vale e não as palavras do presidente em relação a quarentena

João Carlos Gotardi, esclarece que os prefeitos estão seguindo o que diz a Lei, no caso, o decreto assinado por cada governador
Presidente da Amvali reforça que decreto é o que vale e não as palavras do presidente em relação a quarentena
Esportes

COI anuncia novas datas para Olimpíada e Paralimpíada do Japão em 2021

Thomas Bach fez anúncio após conversa com autoridades japonesas
COI anuncia novas datas para Olimpíada e Paralimpíada do Japão em 2021
Coronavírus

Aplicativo da PM informa quais serviços podem funcionar no Estado

Além do botão de emergência, através do qual se pode acionar a PMSC em qualquer momento, o aplicativo trará informações sobre o que pode ou não abrir nesse período de quarentena de acordo com as medidas do decreto do Governo do Estado.
Aplicativo da PM informa quais serviços podem funcionar no Estado
Guaramirim

Guaramirim recebe novas doses da vacina contra a gripe

Vacinação volta a ser feita nesta terça-feira (31)
Guaramirim recebe novas doses da vacina contra a gripe
Ver mais de Geral