Geral

Alunos catarinenses são premiados por vídeo sobre crack em Brasília

21 Jun 2011 - 11h16

Quatro estudantes catarinenses foram condecorados pela Secretaria Nacional Antidrogas em Brasília, por trabalhos sobre o crack. Eles foram homenageados na segunda-feira em uma cerimônia no Palácio do Planalto e receberam R$ 9 mil de prêmio.

No total, 80 jovens de todo o país foram selecionados, com a produção de cartazes, vídeos, fotografias e trabalhos de conclusão de cursos superiores. A cerimônia marcou o início da Semana contra o abuso e o tráfico de drogas, que vai até o próximo domingo. Ao lado do ator Marcos Frota, criador da Universidade do Circo, os pequenos Andriéli dos Santos, de Vargem Bonita, Lucas Bison, de Concórdia, e Ana Lara Formaio, de Joaçaba, foram premiados pelos cartazes que desenharam. Fábio Júnior Cattani, de Guarujá do Sul, foi o vencedor na categoria vídeo.

- A gente mostrou uma pessoa na criminalidade, sem apoio, sem conhecimento. A educação, para esse dependente, não vale nada. Aí ela passa a frequentar o colégio e acaba trabalhando para mudar a sociedade - diz Cattani, explicando o vídeo premiado, feito durante as aulas de informática.

Para a secretária nacional de Políticas Sobre Drogas, Paulina Duarte, além do engajamento dos alunos, é fundamental o incentivo dos professores.

- Se o professor é crítico, e tem noção adequada sobre a questão das drogas, será um modelo positivo para as crianças- comenta Paulina.

Fonte: A Noticia

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Nova norma afasta incertezas sobre benefício da Lei Aldir Blanc
Geral

Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões

Número é maior que população porque muitos têm mais de um chip
Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões
Geral

Quem vai se vacinar também pode ajudar com um quilo de alimento

Campanha Vacina Ação Solidária inicia nesta terça-feira (6) no Pavilhão A do Parque Municipal de Eventos. Quem for se vacinar, pode levar um quilo de alimento não perecível. Se puder e quiser
Quem vai se vacinar também pode ajudar com um quilo de alimento
Saúde

Hemosc necessita de doações de sangue para manter estoques

A doação de sangue está funcionando com horário agendado previamente, que pode ser por telefone ou diretamente no site
Hemosc necessita de doações de sangue para manter estoques
Ver mais de Geral