Delivery Much
VARIEDADES

Secretaria municipal de Cultura anuncia estratégias para 2020

30 Abr 2019 - 19h57Por Leandro Nunes

Abrir a máquina, tirar a poeira e botar para funcionar. Essa tem sido a ambição da secretaria municipal de cultura e economia criativa. Na manhã desta terça, 30, o secretário Alê Youssef anunciou dez estratégias para a gestão cultural no governo Bruno Covas em evento aberto ao público, no Centro Cultural São Paulo.

O prefeito iniciou o encontro reafirmando a vocação do setor para cidade - e criticou ações de censura à arte e aos artistas. "Da arte é o papel de reivindicar. Quando se quer doutrinar as manifestações culturais, elas deixam de ser manifestações culturais." Youssef falou em ataques à cultura e desde as últimas semanas têm condenado a postura do governo federal sobre a redução do teto Lei de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet, de R$ 60 milhões para R$ 1 milhão. "São Paulo é reconhecida por sua força nesse setor."

Apesar de não anunciar grandes novidades - quem acompanha a atuação da secretaria nas redes sociais não vai estranhar - o secretário detalhou, com a ajuda de sua equipe, ações que envolverão a vocação e a capacidade dos equipamentos municipais até 2020. Composto de dez pontos estratégicos para a Cultura, o objetivo do plano é ampliar parcerias com o setor privado, unificar calendários com instituições, preservar a memória da cidade, fomentar e incentivar iniciativas e grupos, ocupações culturais, aprimorar a formação, e difundir o audiovisual.

Entre as principais ações anunciadas, está a comemoração do centenário da Semana de Arte Moderna de 22, centrado no Teatro Municipal, comandado pelo ator e palhaço Hugo Possolo, e na Praça das Artes, com uma programação guiada pelo espírito dos modernistas, ao cruzar linguagens artísticas, como a dança, o teatro, a artes visuais, literatura e música.

No cinema, a diretora da Spcine Laís Bodanzky, ressaltou a necessidade do fortalecimento da empresa mista e da plataforma de streaming Spcine Play. "Sem querer desmerecer as outras linguagens, mas cinema é o nosso carro-chefe, importante para São Paulo e para o País. Também o são os vídeos por demanda (VoD). Sobre a plataforma, temos percebido interesse de empresas como a Netflix", afirmou.

Diante das propostas para o biênio 2019/2020, Youssef afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que também pretende criar um observatório para mensurar dados. "Vamos ter um segmento responsável por levantar informações sobre audiência e o impacto das ações realizadas."

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Corupá confirma sexta morte por Coronavírus

A prefeitura lembra que as medidas de prevenção ao Coronavírus devem ser reforçadas por todos os moradores.
Variedades

Prestação de contas amplia chances de captação de recursos para projetos sociais

Lives do Fundo Social podem ser conferidas no canal do SESI/SC no YouTube
Prestação de contas amplia chances de captação de recursos para projetos sociais
Variedades

Fundo Social aborda nesta terça (27) Lei de Incentivo ao Esporte

Mundo

Missão japonesa fará imagens de Marte e suas luas em alta definição

Além de fazer imagens, a missão pretende coletar areia obtida em solo
Missão japonesa fará imagens de Marte e suas luas em alta definição
Ver mais de Variedades