Delivery Much
VARIEDADES

Música é tema da 'Ciranda de Filmes'

23 Mai 2019 - 08h05Por Eliana Silva de Souza

Ano passado não teve, mas este ano a mostra Ciranda de Filmes - Música, Linguagem da Vida chega com vasta programação e com a proposta de continuar a colocar em foco a infância. Evento, que será realizado desta quinta, 23, até domingo, 26, vai ocupar o Espaço Itaú Augusta, com a exibição de mais de 70 filmes, alguns seguidos de conversas com os cineastas, músicos e educadores, além de palestras, vivências, oficinas, tudo com entrada gratuita.

A primeira edição da mostra foi realizada em 2014, sempre com curadoria de Patrícia Durães e Fernanda Heinz Figueiredo, que são as criadoras do evento. E, para esta edição, as duas conseguiram fazer uma seleção minuciosa com alguns títulos inéditos no Brasil, como A Tuba to Cuba, de T.G. Herrington e Danny Clinch, Esteban, de Jonal Cosculluela, Kinders, de Arash T. Riahi e Arman T. Riani, Listen to the Silence, de Marian Chachia, entre outros.

Segundo conta Patrícia Durães, o objetivo do Ciranda é norteado, desde o início, por três eixos. "Nossa ideia foi criar uma mostra de cinema que fala de infância, espaços de aprendizagem e movimentos de transformação", conta a curadora. Ela afirma que depois do primeiro, tendo sempre como base a infância, não a cronológica, mas a que tem dentro de nós, mas também falando da questão da educação mesmo, da situação das crianças, desde a primeira infância, o que norteou o primeiro ano da mostra. "No segundo ano, o tema foi família, no terceiro, mestre, não apenas da escola, mas os que vamos colecionando na nossa vida, no quarto, o que te nutre, sobre a nossa nutrição, de forma ampla, não só nutrição do corpo, como da mente e do espírito.
Chegando a esse quinto, que traz a música, que sempre permeou todas as Cirandas, pois sempre procuramos colocar todas as linguagens artísticas dentro das atividades, que a gente acha que tem de passar pelo sensorial, a pessoa tem de experimentar."

Patrícia, que trabalha há anos com essa temática da educação, conta que a ideia dessa edição foi de mergulhar fundo no tema música. "Está muito ligada ao brincar, que é o tema principal do Ciranda, o primeiro desenvolvimento da criança com o mundo, e a música é o jogar, brincar, e abrimos eixos, então falamos da música como saúde, quanto ao desenvolvimento humano, na questão motora, no ensino da música, do ritmo, que é superimportante, que é o início da comunicação, da sua fala, de todas as expressões."

Claro que na programação o público também vai conferir obras de cineastas brasileiros, como os filmes As Canções, de Eduardo Coutinho, Alive Inside, de Michael Rossato-Bennett, Nelson Freire, de João Moreira Salles, A Pessoa é Para o Que Nasce, de Roberto Berliner, Everybodys Cage, de Sandra Trostel, Tropicália, de Marcelo Machado, Violeta foi para o céu, de Andrés Wood, As Hiper Mulheres, de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro, Palavra (En) Cantada, de Helena Solberg, Dominguinhos, de Joaquim Castro, Eduardo Nazarian e Mariana Aydar, além dos curtas-metragens como A Velha a Fiar, de Humberto Mauro, Hermeto, Campeão, de Thomas Farkas, Uma Pequena Mensagem do Brasil ou (A Saga de Castanha e Caju contra o encouraçado Titanic), de Walter Salles e Daniela Thomas.

Entre os convidados, que participarão de bate-papo com o público, a curadora destaca alguns nomes, afirmando que a ideia é que se tenha mais música que palavras. "Nesta quinta-feira, 23, está programado o filme O Piano Que Conversa (2017), documentário de Marcelo Machado, que ficará depois da exibição para uma conversa com o público. Esse é um filme que não usa palavras, só música que é encontro dele com músicos de várias regiões do mundo, provando como essa é uma linguagem universal", conta Patrícia. Outro destaque, entre os convidados que estarão presentes para um bate-papo com os presentes é o Conversas com o Piano. "O Benjamim Taubkin participa dessa conversa musical, na sexta-feira, 24, momento em que vai falar e refletir sobre a linguagem universal da música." Ela deixa claro que em toda essa vasta programação, o que se destaca é a relação que temos com a música, por isso escolher essas produções que têm relação com ritmos diversos. "Vamos trazer muito a questão dessa influência musical em nossas vidas."

CIRANDA DE FILMES
Espaço Itaú Augusta. Rua Augusta, 1.470, Cerqueira César, 3288-6780. Grátis. Até 26/5. ww.cirandadefilmes.com.br

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Corupá confirma sexta morte por Coronavírus

A prefeitura lembra que as medidas de prevenção ao Coronavírus devem ser reforçadas por todos os moradores.
Variedades

Prestação de contas amplia chances de captação de recursos para projetos sociais

Lives do Fundo Social podem ser conferidas no canal do SESI/SC no YouTube
Prestação de contas amplia chances de captação de recursos para projetos sociais
Variedades

Fundo Social aborda nesta terça (27) Lei de Incentivo ao Esporte

Mundo

Missão japonesa fará imagens de Marte e suas luas em alta definição

Além de fazer imagens, a missão pretende coletar areia obtida em solo
Missão japonesa fará imagens de Marte e suas luas em alta definição
Ver mais de Variedades