Joaçaba Pneus
Segurança

Suspeito de matar morador de rua é indiciado por homicídio duplamente qualificado em Jaraguá

O assassinato ocorreu em uma casa abandonada na rua João Januário Ayroso, no bairro São Luís, no último dia 24 de abril

06 Mai 2021 - 07h59Por Gabriel Junior
Suspeito de matar morador de rua é indiciado por homicídio duplamente qualificado em Jaraguá  - Crédito: Divulgação Polícia Civil Crédito: Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), finalizou o inquérito policial que apurava a morte de Wilson Carlos Ranijac, de 56 anos, vítima do primeiro homicídio de 2021 em Jaraguá do Sul.

O homem de 32 anos suspeito de matar o morador de rua foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e meio cruel. O assassinato ocorreu em uma casa abandonada na rua João Januário Ayroso, no bairro São Luís, no último dia 24 de abril. A vítima teve a garganta cortada com uma faca.

Logo após o crime, segundo o delegado Diones de Freitas, o suspeito acabou sendo autuado em flagrante delito e posteriormente foram realizadas algumas diligências visando complementar a investigação em torno desse caso. 

“Foram produzidos diversos outros elementos de informação, tais como oitiva de outras testemunhas, e análise e juntada de filmagens de câmeras de segurança que flagram parte da movimentação do suspeito no dia dos fatos, bem como encaminhamento das vestes e material genético coletado na residência do suspeito”. 

Os materiais foram encaminhados ao Instituto de Análises Forenses, em Florianópolis, para comparação e verificação se são compatíveis com o material genético da vítima. 

Participe dos Grupos de WhatsApp da Rádio Jaraguá

O inquérito policial foi remetido ao Poder Judiciário após a finalização de diligências na semana passada.

“O que motivou ali a prática deste delito foi de fato uma situação envolvendo uma discussão em torno de um cartão/empréstimo de um cartão de ajuda social, de propriedade da vítima, que havia emprestado a esse autor alguns dias antes dos fatos. Isso gerou uma pequena animosidade entre eles. Enfim, isso teria sido a causa dessa discussão no dia dos fatos, que acabou evoluindo para agressões físicas e, posteriormente, para utilização de arma branca”, explica o delegado.

Foram anexados no inquérito o laudo cadavérico da vítima, e ainda têm alguns laudos de local de crime pendentes, mas que devem ser emitidos pelo IGP (Instituto Geral de Perícias) diretamente ao poder judiciário. 

“O laudo confirma realmente que a causa da morte da vítima foi esse corte provocado na garganta. Além disso, outros ferimentos na cabeça foram constatados”, esclarece. 

De acordo com o delegado, o suspeito segue preso preventivamente e assim deve permanecer durante o desenrolar da fase processual. 

“A gente aguarda agora apenas a conclusão dessas perícias, que serão remetidas direto ao Poder Judiciário”, conclui.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Segurança

Três estabelecimentos interditados por descumprimento de decreto em Jaraguá

Um deles foi interditado e só poderá reabrir após a pandemia, por ter sido fechado temporariamente em duas outras oportunidades.
Três estabelecimentos interditados por descumprimento de decreto em Jaraguá
Segurança

Bombeiros combatem incêndio em veículo no pátio de oficina em Jaraguá do Sul

Ocorrência foi registrada na madrugada desta segunda-feira.
Bombeiros combatem incêndio em veículo no pátio de oficina em Jaraguá do Sul
Segurança

Moradora é autuada por perturbação do sossego e aglomeração de pessoas em Jaraguá do Sul

A responsável pela residência alegou que estava apenas comemorando seu aniversário.
Moradora é autuada por perturbação do sossego e aglomeração de pessoas em Jaraguá do Sul
Saúde

G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022

Compromisso consta em documento final da reunião de líderes do grupo
G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022
Ver mais de Segurança