105 Ouça
Valeio Gorges
Segurança

Fux vota pela manutenção de multa a motorista que recusa bafômetro

STF retoma julgamento nesta quinta, e mais dez ministros devem votar

18 Mai 2022 - 20h26Por Janici Demetrio
Fux vota pela manutenção de multa a motorista que recusa bafômetro - Crédito: Tânia Rêgo / Agência Brasil Crédito: Tânia Rêgo / Agência Brasil

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, votou hoje (18) pela validade da aplicação de multa para os motoristas que se recusam a fazer o teste do bafômetro. O ministro também se manifestou pela validade da proibição da venda de bebidas às margens de rodovias federais.

Valério Gorges, 40 anos de Rádio Jaraguá

A Corte começou a julgar um recurso do Departamento de Trânsito (Detran) do Rio Grande do Sul para manter a aplicação de multa contra um motorista que foi parado em uma blitz e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ele foi multado e recorreu à Justiça para alegar que não pode ser punido ao se recusar a soprar o bafômetro.

Também estão em análise dois recursos de entidades que representam o setor do comércio contra alterações na legislação de trânsito que proibiram a venda de bebidas alcoólicas em estabelecimentos que ficam às margens de rodovias federais.

Pelo Código de Transito Brasileiro (CTB), o motorista que se recusa a ser submetido ao teste do bafômetro está sujeito à multa gravíssima de R$ 2.934,70 e pode ter a licença para dirigir suspensa por 12 meses. Atualmente, a tolerância é zero para qualquer nível de álcool no organismo.

No único voto proferido na sessão, Fux entendeu que a aplicação das sanções não viola o princípio constitucional que impede a autoincriminação por tratar-se de punições administrativas.

Além disso, o presidente do STF argumentou que estudos científicos demonstram que não há nível seguro de alcoolemia na condução de veículos e que todo condutor que dirige após a ingestão de álcool deixa de ser considerado um motorista responsável.

“A imposição de sanções administrativas ao motorista que se recusa à realização dos testes constitui o único meio eficaz de garantir o cumprimento da norma proibitiva”, afirmou.

Após o voto do relator, a sessão foi suspensa e será retomada amanhã (19). Mais dez ministros vão votar. 

Edição: Nádia Franco

Valeio Gorges

Matérias Relacionadas

Segurança

Briga entre integrantes de torcidas organizadas deixa homem ferido em Jaraguá

Confusão ocorreu após a partida entre Jaraguá e Joinville. Torcida Barra Independente Jaraguá lamentou os atos e afirma que o torcedor agiu em legitima defesa.
Briga entre integrantes de torcidas organizadas deixa homem ferido em Jaraguá
Segurança

Dois adolescentes são apreendidos após furto de moto em Jaraguá

Eles fizeram uma "ligação direta" para levar a moto.
Dois adolescentes são apreendidos após furto de moto em Jaraguá
Segurança

(Fotos) Carro capota após colisão em Guaramirim

Veículo foi arremessado cerca de 40 metros do local da batida.  
(Fotos) Carro capota após colisão em Guaramirim
Segurança

Homem é preso por tráfico de drogas em Jaraguá

Ele foi flagrado com cocaína.
Homem é preso por tráfico de drogas em Jaraguá
Ver mais de Segurança