Unimed
Saúde

Início da Campanha de Vacinação contra a gripe antecipada para 23 de março

Vacina auxilia profissionais de Saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem diagnóstico para a Covid 19 (coronavírus)

13 Mar 2020 - 14h47Por Da Redação
Início da Campanha de Vacinação contra a gripe antecipada para 23 de março - Crédito: Divulgação / PMJS Crédito: Divulgação / PMJS

Tradicionalmente realizada a partir de abril, neste ano a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Influenza (que está em sua 22ª edição) tem seu início antecipado pelo Ministério da Saúde para o dia 23 de março. A prioridade é iniciar com a imunização de idosos e trabalhadores da Saúde que atuam na linha de frente no atendimento à população. Em Jaraguá do Sul, a Secretaria de Saúde está disponibilizando as doses nas 21 Unidades de Saúde com sala de vacina e na Unidade Central, localizada na Rua Reinoldo Rau – Centro.

A supervisora de Imunização, Ana Cristina Machado Kneipp, explica que, segundo o Ministério da Saúde, a decisão de priorizar especialmente os idosos se deve ao fato da vacina ser uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns, que, dependendo da gravidade, pode levar a óbito. A outra preocupação é evitar que as pessoas acima de 60 anos – que são mais vulneráveis ao coronavírus – precisem fazer deslocamentos no período esperado de provável circulação desse vírus no Brasil. Alerta-se no entanto, que a vacina de Influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém ela auxilia os profissionais de Saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid 19.

A vacina contra Influenza também tem como público-alvo gestantes, mães recentes (puérperas), profissionais da educação (professores e auxiliares), pessoas com doenças crônicas, crianças de seis meses a menores de seis anos, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população indígena, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além de adultos de 55 a 59 anos de idade. O Dia D da campanha será em 9 de maio e o encerramento está agendado para o dia 22 do mesmo mês.

De acordo com Ana Kneipp, em Jaraguá do Sul, cerca de 40 mil habitantes fazem parte do público-alvo da campanha e a meta é vacinar pelo menos 90% dessas pessoas de cada grupo. No ano passado, quando foram vacinadas 33,3 mil pessoas (86% da meta), o município registrou sete mortes por Influenza. Desses óbitos, quatro pertenciam aos grupos de risco e não haviam se vacinado. Segundo boletim da Secretaria de Saúde divulgado nessa quinta-feira (12), este ano, desde janeiro, Jaraguá do Sul teve quatro casos confirmados para Influenza A, sendo três H1N1 e um Sazonal/H3, mas nenhum óbito até o momento.

Confira abaixo os postos de saúde com sala de vacina

As unidades, em sua maioria, atendem das 7 às 11h30 e das 12h30 às 16h30.

Posto de saúde Amizade - Unidade Básica de Saúde Germano Hornburg
Telefone: (47) 3371-0245 - (47) 3275-2145

Posto de saúde Barra do Rio Cerro - Unidade Básica de Saúde Wolfgang Weege
Telefone: (47) 3376-1329

Posto de saúde Boa Vista - Unidade Básica de Saúde Rosivaldo Inojosa de Farias
Telefone: (47) 3371-5833 - (47) 3376-5797

Posto de saúde Chico de Paulo - Unidade Básica de Saúde Reinholdo Wuerger
Telefone: (47) 3275-0946

Posto de saúde Estrada Nova - Unidade Básica de Saúde Mathilde Sebold Blunk
Telefone: (47) 3276-0690

Posto de saúde Garibaldi - Unidade Básica de Saúde Santo Estêvão
Telefone: (47) 3055-8330 - (47) 3307-4681

Posto de saúde Ilha da Figueira - Unidade Básica de Saúde Jaquelini Francener
Telefone: (47) 3370-4014 - (47) 3374-2733

Posto de saúde Jaraguá 99 - Unidade Básica de Saúde Oscar Oldenburg
Telefone: (47) 3376-4761

Posto de saúde João Pessoa - Unidade Básica de Saúde Germano Sacht
Telefone: (47) 3370-2299

Posto de saúde Nereu Ramos - Unidade Básica de Saúde Padre Antônio Echelmeyer
Telefone: (47) 3276-0211

Posto de saúde Rau - Unidade Básica de Saúde Dr. Alexander Otsa
Telefone: (47) 3371-9686

Posto de saúde Rio Cerro II - Unidade Básica de Saúde Ricardo Roeder
Telefone: (47) 3273-1077

Posto de saúde Rio Molha - Unidade Básica de Saúde Amabile Pedrotti
Telefone: (47) 3371-6340 - (47) 3371-6350

Posto de saúde Rio da Luz - Unidade Básica de Saúde Cirilo Reinke
Telefone: (47) 3276-3163

Posto de saúde Santa Luzia - Unidade Básica de Saúde Anna Preti Pedri
Telefone: (47) 3274-8149

Posto de saúde Santo Antônio - Unidade Básica de Saúde Dr. Agostinho Luís Bianchi
Telefone: (47) 3276-0570

Posto de saúde São Luís - Unidade Básica de Saúde Renato Pradi (Caic)
Telefone: (47) 3370-8710

Posto de saúde Tifa Schubert - Unidade Básica de Saúde Luiz Martins Gonçalves
Telefone: (47) 3376-6233

Posto de saúde Vila Lalau - Unidade Básica de Saúde Dr. Álvaro Batalha
Telefone: (47) 3371-8243

Posto de saúde Vila Lenzi - Unidade Básica de Saúde Dr. Erich Kauffmann
Telefone: Recepção (47) 3371-6495 - Gabinete Odontológico: (47) 3275-2123

Posto de saúde Vila Nova - Unidade Básica de Saúde Adilson Bassani
Telefone: (47) 3372-1594

Central de Vacinas
Telefone: (47) 3276-8900
Horário: Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16 horas


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Mulher de 21 anos morre vítima de covid em Jaraguá

Foram quatro mortes nas últimas 48 horas no município
Mulher de 21 anos morre vítima de covid em Jaraguá
Saúde

AstraZeneca: Gestantes e puérperas podem tomar D2 de outro imunizante

A preferência é que seja com a Pfizer. Na ausência da vacina deste fabricante, a Coronavac (Sinovac/Butantan) também poderá ser usada como segunda dose
AstraZeneca: Gestantes e puérperas podem tomar D2 de outro imunizante
Saúde

Jaraguá suspende vacinação contra a covid por falta de doses

Assim que receber novas doses município retomará a vacinação para primeira dose. A aplicação da segunda dose segue normalmente
Jaraguá suspende vacinação contra a covid por falta de doses
Saúde

Covid-19: número de regiões em risco gravíssimo cai para três em SC

As regiões da Foz do Rio Itajaí, Médio Vale do Itajaí e Nordeste permaneceram classificadas com o nível máximo de atenção
Covid-19: número de regiões em risco gravíssimo cai para três em SC
Ver mais de Saúde