dengue
Saúde

Impressora de pele funciona como rolo de pintura e acelera cicatrização

O dispositivo cobre feridas com uma folha uniforme de biomaterial, faixa por faixa

15 Fev 2020 - 15h00Por Da Redação

Uma impressora de pele revolucionária, que funciona como um rolo de pintura, libera uma espécie de tinta biológica que pode acelerar o processo de cicatrização

O dispositivo cobre feridas com uma folha uniforme de biomaterial, faixa por faixa.  Ele foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Toronto Engineering e Sunnybrook Hospital, no Canadá.

A bio tinta distribuída pelo rolo é composta por células do estroma mesenquimal (CTMs) – células-tronco que se diferenciam em tipos de células especializadas, dependendo do ambiente.

Nesse caso, o material MSC promove a regeneração da pele e reduz as cicatrizes. Os ensaios in vivo foram bem-sucedidos em feridas de espessura total e foram publicados na revista Biofabrication .

O projeto é liderado por Richard Cheng, sob a supervisão do professor Axel Guenther, e em estreita colaboração com o Dr. Marc Jeschke, diretor do Ross Tilley Burn Center, e sua equipe no Sunnybrook Hospital.

A a equipe é a mesma que lançou o primeiro protótipo da impressora de peles em 2018.

“Anteriormente, provamos que poderíamos depositar células em uma queimadura, mas não havia nenhuma prova de que houvesse benefícios na cicatrização de feridas – agora demonstramos isso”, diz Guenther.

Queimaduras

O método atual de tratamento de queimaduras é o enxerto autólogo de pele , que requer o transplante de pele saudável de outras partes do corpo para a ferida.

Mas grandes queimaduras de corpo inteiro representam um desafio maior.

As queimaduras de espessura total são caracterizadas pela destruição das camadas mais externa e mais interna da pele; essas queimaduras geralmente cobrem uma parte significativa do corpo.

“Com grandes queimaduras, você não tem pele saudável suficiente disponível, o que pode levar à morte de pacientes”, diz Jeschke.

Cicatrização

Desde 2018, a impressora passou por 10 reformulações, à medida que a equipe avança em um projeto que visualiza os cirurgiões usando em uma sala de cirurgia.

O protótipo atual inclui um cabeçote de impressão microfluídico de uso único para garantir a esterilização e uma roda flexível que segue a trilha do cabeçote de impressão, permitindo um melhor controle de feridas mais amplas.

Em seguida, Cheng diz que eles querem “reduzir ainda mais a quantidade de cicatrizes, além de ajudar na cicatrização de feridas. Nosso foco principal no futuro será o lado in vivo. ”

Jeschke acredita que a impressora portátil de pele poderá ser vista em um ambiente clínico nos próximos cinco anos. “Depois de usada em uma sala de cirurgia, acho que essa impressora mudará o jogo para salvar vidas.

“Com um dispositivo como esse, ele pode mudar completamente a maneira como praticamos os cuidados com queimaduras e traumas”, acrescentou.

Fonte: SóNotíciaBoa


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Santa Catarina recebe 15 mil doses de vacina contra a dengue

Os municípios da região estão na lista de contemplados
Santa Catarina recebe 15 mil doses de vacina contra a dengue
Segurança

Empresa que processava alimentos para a China é fechada em Massaranduba

Entre os produtos, foram encontrados bexiga natatória de peixe e barbatana de tubarão
Empresa que processava alimentos para a China é fechada em Massaranduba
Geral

Jaraguá do Sul ganha clínica especializada em aparelhos auditivos

Clínica Amplisul se instala em Jaraguá do Sul oferece aparelhos auditivos com alta qualidade, preços especiais e atendimento diferenciado.
Jaraguá do Sul ganha clínica especializada em aparelhos auditivos
Saúde

Santa Catarina deve decretar situação de emergência por conta de dengue

Estado registra 17.696 casos prováveis de dengue em 177 municípios catarinenses. Os dados mostram um aumento de 650% em relação ao mesmo período do ano passado
Santa Catarina deve decretar situação de emergência por conta de dengue
Ver mais de Saúde