Campanha Sarampo
Saúde

Guaramirim segue com ações para evitar febre amarela

Até o momento, o Estado já registrou duas mortes por conta da doença

18 Set 2019 - 06h00Por Janici Demetrio
Guaramirim segue com ações para evitar febre amarela - Crédito: Dóia Cercal/Secom Crédito: Dóia Cercal/Secom

Durante três dias, biólogos e médicos veterinários das equipes municipais e das regionais de Saúde de Santa Catarina participaram de uma capacitação realizada pelo Ministério da Saúde (MS) e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Florianópolis. O objetivo do treinamento foi preparar e sensibilizar a notificação das mortes e adoecimento de macacos, de forma rápida no Estado através do Sistema de Informação em Saúde Silvestre (SISS-Geo). 

 Essa ação faz parte do Plano de Ação de Enfrentamento da Febre Amarela, lançado no último dia 30 de agosto pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC), da Secretaria de Estado da Saúde (SES). 

 Até o momento, o Estado já registrou duas mortes por conta da doença. A primeira foi no dia 28 de março deste ano, um homem de 36 anos, da localidade de Pirabeiraba, em Joinville, sem registro de vacina e a outra, registrada no final de junho, um homem de 40 anos, residente de Itaiópolis, também no Norte do Estado e sem registro de vacina. 

 Além disso, Santa Catarina já tem o registro de cinco mortes de macacos por febre amarela, localizados em Garuva (1), Indaial (1), Jaraguá do Sul (1) e Joinville (2).  

 Por conta disso, e para evitar novos casos, as secretarias municipais de Saúde promovem ações para conscientizar a população para a vacinação, que continua sendo a melhor forma de se prevenir a doença. 

 Em Guaramirim, a Secretaria de Saúde está fazendo uma varredura nas localidades que possuem características ecológicas favoráveis para a dispersão do vírus.  Conforme o secretário, Marcelo Deretti, um questionário sobre a vacinação e se houve ocorrência de mortes de macacos em regiões de matas está sendo aplicado, para posterior implementação de medidas para impedir o avanço da doença.  

 Até o momento, a cobertura vacinal de SC está em 78%. A meta é atingir 95%. Por isso, todos os moradores de Santa Catarina com mais de nove meses devem se imunizar. A dose está disponível nas mais de mil salas de vacina do Estado. Uma única dose é suficiente para prevenir a doença. Em Guaramirim, a meta já foi atingida, mesmo assim, a equipe da Saúde busca ampliar a cobertura. 


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Atual Médica assume temporariamente administração do Pronto Atendimento Médico de Corupá

Segundo o prefeito houve falhas na prestação do serviço, em divergência ao que foi estipulado no contrato firmado para a gestão do PA
Atual Médica assume temporariamente administração do Pronto Atendimento Médico de Corupá
Saúde

UBS da Vila Rau fechada nessa terça e quarta

Nesses dias, atendimentos ocorrerão na Barra do Rio Cerro (odontológicos) e Amizade (enfermagem e consultas médicas)
Guaramirim

Dinheiro de feijoada auxilia em melhorias no hospital

O total arrecadado foi de R$ 48.525
Dinheiro de feijoada auxilia em melhorias no hospital
Saúde

Brasil cria comprimidos menores, mais baratos e com absorção melhor

A boa ideia vai ajudar pessoas que têm dificuldade para engolir comprimidos e evitar que elas se engasguem
Brasil cria comprimidos menores, mais baratos e com absorção melhor
Ver mais de Saúde