Imobiliária Coralli
Saúde

Confirmada morte de macaco por febre amarela em Jaraguá do Sul

A DIVE/SC reforça que os macacos não transmitem a febre amarela

09 Ago 2019 - 10h02Por Janici Demetrio
Confirmada morte de macaco por febre amarela em Jaraguá do Sul - Crédito: Luiz Claudio Marigo Crédito: Luiz Claudio Marigo

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC confirmou na tarde de quinta-feira a quarta morte de macaco por febre amarela no estado no ano de 2019. O bugio foi morreu em Jaraguá do Sul no dia 21 de junho.

A DIVE/SC reforça que os macacos não transmitem a febre amarela. Eles são vítimas da doença e sinalizam a circulação do vírus na região. Por isso, ao encontrar um macaco doente ou morto, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deve ser comunicada imediatamente.

A febre amarela é uma doença grave, transmitida por mosquitos em áreas silvestres e próximas a áreas de matas. A enfermeira Milena Machado reforça que a única forma de se proteger é através da vacinação.

Todos os moradores de Santa Catarina, com mais de nove meses de idade e que ainda não foram vacinados, devem procurar uma unidade de saúde para se imunizar contra a doença. Uma única dose é suficiente para proteger por toda a vida.

No Estado, até o momento, a cobertura vacinal está em 75%, embora conforme o último boletim epidemiológico, esse percentual não é homogêneo, ou seja, alguns municípios ainda não atingiram essa cobertura. O ideal é vacinar, ao menos, 95% da população dentro do público-alvo.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp!

Matérias Relacionadas

Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul registra 17ª morte em decorrência do coronavírus

Nas últimas 24 horas foram confirmados 51 novos casos e 47 pacientes recuperados
Jaraguá do Sul registra 17ª morte em decorrência do coronavírus
Saúde

Medidas de prevenção são essenciais no isolamento domiciliar em caso confirmado ou com sintomas

O Governo de Santa Catarina já distribuiu aos municípios pelo menos 225 mil testes rápidos e realizou mais de 200 mil testes PCR
Medidas de prevenção são essenciais no isolamento domiciliar em caso confirmado ou com sintomas
Santa Catarina

FIESC e governo debatem ações conjuntas para saúde e infraestrutura no cenário de pandemia

“Os encontros buscam soluções conjuntas e propostas para o desenvolvimento do estado. É uma oportunidade para que o governo ouça o setor produtivo”, avalia Aguiar
FIESC e governo debatem ações conjuntas para saúde e infraestrutura no cenário de pandemia
Geral

WEG lança tinta à prova de Coronavírus

Composta por agentes antivirais nova tinta vai ajudar no combate à pandemia
WEG lança tinta à prova de Coronavírus
Ver mais de Saúde