Campanha Sarampo
Santa Catarina

Câmara dos Deputados homenageia ACAERT

Sessão solene destacou atuação da entidade e a força da Mídia Regional

10 Out 2019 - 15h15Por Da Redação
Câmara dos Deputados homenageia ACAERT - Crédito: ACAERT Crédito: ACAERT

A Câmara dos Deputados realizou nesta quinta-feira (10) Sessão Solene em homenagem à Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT. A proposição foi do deputado Darci de Matos (PSD). A sessão foi prestigiada pelos senadores Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PL), pelos deputados Rogério Mendonça Peninha (MDB), Carmen Zanotto (Cidadania), Carlos Chiodini (MDB), Coronel Armando (PSL), Rodrigo Coelho (PSB), Daniel Freitas (PSL), Darci de Matos (PSD) e Hélio Costa (PSL). Também prestigiaram o evento o secretário de Radiodifusão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Elifas Chaves do Amaral, presidente da Abratel, Márcio Novaes, vice-presidente da ABERT, Marise Westphal Hartke, presidente da ACAERT, Marcello Corrêa Petrelli e os ex-presidentes da entidade, Roberto Amaral e Ranieri Moacir Bertoli. 

O presidente da ACAERT, Marcello Petrelli, começou o discurso agradecendo o deputado estadual Darci de Matos (PSD) pela proposição da Sessão Solene. Fez uma análise da realidade ao afirmar que a “transformação digital impôs uma nova realidade ao segmento, mas também ao modo como todos se comunicam. Ao mesmo tempo que encurtou distâncias e aproximou pessoas, criou um ambiente sem moderação, com intolerância e com polarização de opiniões”. “Passamos a defender a Mídia Regional como um contraponto não só a esse ambiente digital irresponsável e sem moderação”.

Petrelli afirmou que “os rumos dos nossos negócios estão na mesma velocidade em que o Brasil se transformou nos últimos anos. Durante esse processo tivemos a sensibilidade de entender que aos veículos de comunicação não cabia mais a zona de conforto da omissão. Tivemos coragem para assumir posições, abraçar bandeiras, propor campanhas e liderar movimentos”. 

O dirigente destacou o papel histórico da Mídia Regional nos eventos climáticos no estado, como as enchentes em várias regiões. Com esse DNA, a ACAERT promoveu a maior campanha social já realizada em Santa Catarina, o “Jeito Catarinense – Jeito Certo de Fazer as Coisas”. Petrelli lembrou também as mobilizações institucionais, como o apoio do segmento à Reforma da Previdência. 

Cobranças – Marcello Petrelli fez um apelo ao secretário de Radiodifusão do Governo Federal, Elifas Gurgel e aos parlamentares presentes a cobrar fiscais e agências reguladoras pela correta aplicação da lei das rádios comunitárias, cuja maioria atua na ilegalidade. Destacou também que é preciso abrir o caixa preta do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição - ECAD. Agradeceu aos parlamentares que votaram pela migração do AM para o FM, flexibilização da Voz do Brasil, e pela obrigação dos fabricantes de celulares habilitarem chips em seus aparelhos. “Faço reconhecimento ao protagonismo que os legislativos estão retomando em todos os estados e aqui em Brasília. A mudança que o Brasil precisa deve passar obrigatoriamente pelo Congresso”. Citou a Reforma Tributária, o Pacto Federativo e o pacote de privatizações.

Parlamentares - O senador Esperidião Amin afirmou que a ACAERT valoriza as causas, os temas e os anseios do povo de Santa Catarina. “Sugerimos que a entidade também tenha como bandeira a partilha do petróleo”. O senador Jorginho Mello parabenizou a ACAERT por ser um grande exemplo para o Brasil, mostrando a importância do Rádio e Televisão. “São empresários arrojados e preocupados com a grandeza da Nação”.

Já o deputado Rogério Mendonça Peninha disse que a ACAERT é referência para todo o país. “Os associados promovem uma comunicação diferenciada, propositiva. Evidentemente com a crítica necessária”. O parlamentar se colocou à disposição para encaminhar proposta para mudar o Ecad.

Para a deputado Carmen Zanoto a ACAERT leva a comunicação responsável para o público. “Muito mais do que isso, a entidade está pautando temas nacionais, promovendo o bom debate sobre o atual momento em que o Brasil vive”. O deputado Carlos Chiodini enfatizou que a credibilidade é marca da radiodifusão catarinense. “Em época de fake news, nada melhor poder contar com empresas que investem e acreditam no Brasil para o bem das pessoas”.

Por sua vez, o deputado Coronel Armando afirmou que a ACAERT exerce um papel fundamental para a divulgação das ações dos parlamentares. “Segmento que pensa nos interesses nacionais”. O deputado Daniel Freitas destacou o protagonismo da ACAERT. “A entidade divulga nosso trabalho com responsabilidade. Obrigado pela forma como vocês se comunicam com a sociedade”.

O Rádio – De acordo com o secretário de Radiodifusão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Elifas Chaves do Amaral, o Rádio brasileiro é exemplo para mundo. “Tem muita credibilidade e alcança todas as camadas da sociedade. O Rádio faz parte de nossa vida”. Finalizando a sessão, a vice-presidente da ABERT, Marise Westphal Hartke, disse que o sucesso da entidade é reflexo da confiança das emissoras associadas aos dirigentes da ACAERT. “Temos que estar unidos para garantir a defesa da liberdade de imprensa e de expressão. Exige vigilância de todos nós”.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região? CLIQUE AQUI e receba direto no seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Geral

Passa de 50 metros altura que menina caiu em Piçarras, afirma IGP

Na úlitma segunda-feira (21) técnico do Instituto Geral de Perícias estiveram no local e constatou que a criança caiu em um fosso de ventilação.
Passa de 50 metros altura que menina caiu em Piçarras, afirma IGP
Geral

Menina morre após cair do 18º andar de prédio em construção em Piçarras

A criança chegou a ser socorrida pela família, levada para o pronto atendimento, mas não resistiu aos ferimentos
Menina morre após cair do 18º andar de prédio em construção em Piçarras
Santa Catarina

Governadores do Sul e Sudeste apelam por simplificação de serviços públicos

Os governadores dos sete estados do Sul e Sudeste assinaram, no sábado (19), a Carta de Florianópolis, resultado de dois dias de reuniões, estudos e debates do 5º Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), realizado no Costão do Santinho, em Florianóp
Santa Catarina

Santa Catarina tem a menor desigualdade de renda do país, aponta IBGE

Os dados, referentes ao ano de 2018, mostram que o rendimento dos 10% mais ricos do estado equivale a 12,6 vezes o rendimento dos 10% mais pobres
Santa Catarina tem a menor desigualdade de renda do país, aponta IBGE
Ver mais de Santa Catarina