dengue
POLÍTICA

Segurança e educação são áreas do governo com melhor avaliação, diz CNI/Ibope

24 Abr 2019 - 13h19Por Daniel Weterman

Segurança pública e educação são as áreas do governo do presidente Jair Bolsonaro com melhor avaliação, revela pesquisa do Ibope divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quarta-feira, 24. O porcentual de pessoas que aprovam as ações do governo é de 57% na área da segurança e de 51% no setor de educação.

No começo da gestão, o governo apresentou um pacote para combater o crime organizado e a corrupção com alterações na legislação formulado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o que pode ter impulsionado a avaliação, de acordo com a CNI. Por outro lado, o índice da educação surpreendeu a instituição - que lembrou as polêmicas envolvendo o ex-ministro da Pasta Ricardo Vélez.

"Precisamos avaliar essa discussão. Bem ou mal, a questão do ensino médio andou, ou seja, a aplicação da legislação aprovada no governo Temer continua andando apesar de toda a confusão do ministério", comentou o gerente executivo de pesquisas da CNI, Renato da Fonseca.

As áreas com maior desaprovação são taxa de juros (57%) e impostos (56%). Para Fonseca, esses são dois temas que constantemente desagradam a população em todos os governos.

O Ibope ouviu 2 mil pessoas entre 12 e 15 de abril. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos com um índice de confiança de 95%.

Matérias Relacionadas

Política

Futuro secretário de Saúde diz que paciente precisa ter problema resolvido o mais rápido possível

Rogério Luiz da Silva assumirá a Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul nos próximos dias
Futuro secretário de Saúde diz que paciente precisa ter problema resolvido o mais rápido possível
Saúde

Prefeito anuncia novo secretário de Saúde de Jaraguá do Sul

Médico que atua há 27 anos no serviço público assumirá o cargo na semana que vem
Prefeito anuncia novo secretário de Saúde de Jaraguá do Sul
Segurança

Congresso derruba vetos de Lula e volta a proibir 'saidinha' de presos

A decisão dos parlamentares restringe ainda mais as saidinhas, porque também proíbe que os detentos deixem os presídios temporariamente para visitar a família
Congresso derruba vetos de Lula e volta a proibir 'saidinha' de presos
Política

PL de Guaramirim amplia conversa com partidos e com a comunidade

Sigla conta com o apoio do PRD, PSDB e Republicanos
PL de Guaramirim amplia conversa com partidos e com a comunidade
Ver mais de Política