transito
POLÍTICA

Porta-voz: convocação permite que ministro da Educação explique temas importantes

14 Mai 2019 - 21h08Por Mariana Haubert

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, minimizou na noite desta terça-feira, 14, a derrota que o governo sofreu na Câmara no fim da tarde com a aprovação de um requerimento para convocar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, após uma articulação bem-sucedida da oposição e do Centrão.

O ministro terá que ir ao Congresso já nesta quarta-feira, 15, para explicar os cortes nos orçamentos das universidades federais. "O governo entende com naturalidade fatos que ocorrem no Congresso e a convocação do ministro da Educação permite que ele explique mais uma vez temas que são de importância para a sua área", afirmou.

Além da derrota, Bolsonaro também teve que resolver outro tema espinhoso nesta terça. Ele recebeu deputados da bancada evangélica e lideranças religiosas em seu gabinete para tratar da recente polêmica sobre uma possível taxação das igrejas. O secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, se reuniu com o presidente previamente e participou do encontro com os parlamentares.

No fim do mês passado, Cintra chegou a declarar em uma entrevista que um novo tributo federal poderia ser cobrado de igrejas evangélicas. A possibilidade alvoroçou a bancada evangélica, que se posicionou contra a iniciativa.

Ruídos

Rêgo Barros negou que haja problemas entre o presidente e o ministro da Secretaria de Governo, Santos Cruz. Os dois se reuniram nesta terça. "Bolsonaro recebe naturalmente todos os ministros e hoje recebeu Santos Cruz", disse. De acordo com ele, as supostas críticas que o ministro teria feito a Bolsonaro são "assunto passado".

O porta-voz voltou a dizer também que Bolsonaro apoia o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para uma eventual indicação ao Supremo Tribunal Federal. "O presidente reforça a admiração por Moro e o qualifica para assumir cargo no STF eventualmente", disse. No fim de semana, o presidente afirmou que havia prometido ao ministro a próxima vaga da Suprema Corte.

Mundo

Ainda de acordo com o porta-voz, Bolsonaro falou por telefone com o presidente da Argentina, Maurício Macri, nesta terça, mas ele afirmou não ter detalhes da conversa. Macri enfrenta uma acirrada campanha eleitoral em seu país e disputa a reeleição com a ex-presidente Cristina Kirchner.

Rêgo Barros também informou que Bolsonaro fará uma visita de cortesia ao ex-presidente americano George W. Bush durante a sua viagem aos Estados Unidos nesta semana. Em relação aos encontros que chegaram a ser anunciados, mas ainda não foram confirmados com o senador republicano Ted Cruz, com o governador do Texas, Greg Abbott, e com o prefeito de Dallas, Mike Rawlings, o porta-voz disse que eles não estão descartados e podem vir a acontecer nesta semana. A primeira-dama Michelle Bolsonaro não acompanhará o presidente na viagem porque está gripada.

Caminhoneiros

O porta-voz confirmou que o BNDES lançará um programa de empréstimos a caminhoneiros autônomos na próxima semana, com a previsão de empréstimos no valor de até R$ 30 mil. Rêgo Barros disse ainda que os empréstimos serão concedidos por bancos privados parceiros do BNDES.

Matérias Relacionadas

Política

Lunelli cobra instalação de equipamentos na Escola Professor Lino Floriani

Unidade atende quase 700 estudantes, que aguardam para usar os kits na rotina escolar
Lunelli cobra instalação de equipamentos na Escola Professor Lino Floriani
Política

Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Encontro foi proposto pelo deputado Antídio Lunelli, presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Alesc
Modal ferroviário é tema de debate na Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Saúde

Comissão de Saúde da Alesc aprova projetos que asseguram direitos à pessoa com autismo

Ambos os projetos são de autoria do deputado Vicente Caropreso (PSDB)
Comissão de Saúde da Alesc aprova projetos que asseguram direitos à pessoa com autismo
Política

Governo do Estado autoriza contratação do Plano Estadual de Logística de Transporte

O deputado estadual Antídio Lunelli, que também preside a Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da ALESC, esteve no evento, parabenizou o governo pela iniciativa e disse que a medida é essencial para desafogar
Governo do Estado autoriza contratação do Plano Estadual de Logística de Transporte
Ver mais de Política