Campanha Multivacinação
POLÍTICA

Ministro deve ser demitido caso comprovadas irregularidades, diz Mourão

21 Fev 2019 - 21h57Por Julia Lindner e Tânia Monteiro

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou achar que o presidente Jair Bolsonaro vai demitir o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, caso fique comprovado que ele cometeu irregularidades.

"Creio que a solução é aquela que eu já falei várias vezes. Uma vez comprovado que as denúncias são consistentes e que realmente ocorreu o fato, acho que o presidente vai demitir o ministro", respondeu ao ser questionado se seria uma contradição Álvaro Antônio recorrer ao foro privilegiado.

Hoje, a defesa do ministro pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a investigação que corre na Procuradoria de Minas Gerais das suspeitas de que o deputado mineiro patrocinou, enquanto dirigente da sigla no Estado, candidaturas de fachada, vá para a Suprema Corte.

O ministro teria, segundo o Ministério Público Estadual, patrocinado quatro candidaturas de fachada com repasse de verba do fundo eleitoral a pessoas ligadas ele. Segundo os advogados de Marcelo Antônio, o MP local está passando por cima do STF pelo fato de seu cliente ter foro privilegiado.

Matérias Relacionadas

Política

TSE informa tempo dos candidatos à Presidência no horário eleitoral

Propaganda no rádio e na TV começa dia 26 e vai até 29 de setembro
Política

Confira quem são os candidatos ao governo de Santa Catarina

No estado, dez candidatos concorrem ao cargo de governador
Confira quem são os candidatos ao governo de Santa Catarina
Política

Saiba quem são os candidatos à Presidência nas eleições 2022

Prazo para registro de candidaturas terminou ontem
Saiba quem são os candidatos à Presidência nas eleições 2022
Política

Antídio lança campanha a deputado estadual nesta terça-feira

Para marcar este novo momento político, o staff do empresário promoverá um adesivaço em Jaraguá
Antídio lança campanha a deputado estadual nesta terça-feira
Ver mais de Política