POLÍTICA

Líder do PR diz que separação do caixa 2 facilita trâmite de projeto de Moro

19 Fev 2019 - 15h31Por Breno Pires e Julia Lindner

O líder do PR na Câmara dos Deputados, José Rocha (BA), disse que a separação da criminalização do caixa 2 permitirá uma tramitação mais fácil do projeto de lei anticrime elaborado pelo ministro Sérgio Moro, que será entregue em mãos ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na tarde de hoje. O fatiamento da proposta foi revelado pelo Estadão/Broadcast.

"Eu acho que sim", disse, ao ser questionado pela reportagem se a tramitação será mais fácil separando-se o caixa 2 do pacote principal. Ele observou, no entanto, que a forma como vão tramitar os projetos ainda não está definida. O trâmite dependerá do que for deliberado pelo colegiado de líderes na Câmara, do qual Rocha faz parte.

Ele antecipou, no entanto, que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou uma tramitação conjunta entre o projeto de Moro e um outro apresentado no ano passado, também dentro da segurança pública, elaborado por uma comissão de juristas presidida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. O deputado, aliás, é um dos três deputados que subscreveram o projeto de lei elaborado por uma comissão de juristas no ano passado propondo mudanças.

"Ainda está para decidir, provavelmente tem posições para que o projeto (de Moro) seja apensado ao do Alexandre de Moraes que eu subscrevi. Então nós vamos ver se vai tramitar conjuntamente. Rodrigo Maia sinalizou nessa possibilidade. Vamos estudar e ver se realmente é a melhor possível", disse José Rocha.

Questionado se a separação do caixa 2 pode fazer que a medida fique em segundo plano, Rocha disse em um primeiro momento que isso dependeria de decisão colegiada e não caberia a ele comentar, mas depois relativizou a gravidade do crime.

"O próprio Moro hoje disse que o caixa 2 não é crime. Tá aí na imprensa ele dizendo", disse o deputado. Informado pela reportagem que a afirmação de Moro não foi essa, e sim de que caixa 2 é um crime diferente de corrupção, o deputado mudou o discurso. "É um crime eleitoral, é o que ele disse. Então vamos discutir", afirmou.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Com absolvição, Moisés volta ao governo de SC

Por 6 votos a 4, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) foi absolvido da acusação de crime de responsabilidade na compra dos 200 respiradores não entregues pela empresa Veigamed.
Com absolvição, Moisés volta ao governo de SC
Política

Jaraguá do Sul e Guaramirim voltam a tratar da ponte da Zanotti

Prefeitos se reuniram nesta semana e querem definir melhor solução nos próximos 30 dias.
Jaraguá do Sul e Guaramirim voltam a tratar da ponte da Zanotti
Economia

Governo do Estado institui o Auxílio Catarina

Benefício emergencial será destinado a mais de 60 mil famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica no estado
Governo do Estado institui o Auxílio Catarina
Política

Lunelli participa de encontro regional do MDB

Em Jaraguá do Sul, o encontro acontece hoje às 19h
Lunelli participa de encontro regional do MDB
Ver mais de Política