POLÍTICA

Gil Diniz recorre novamente contra candidatura de Macris ao comando da Alesp

15 Mar 2019 - 15h16Por Mateus Fagundes

O futuro líder do PSL na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Gil Diniz, apresentou nesta sexta-feira, 15, um recurso à negativa dada na quinta-feira pelo desembargador Antonio Celso Aguilar Cortez, do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo, contra a candidatura de Cauê Macris (PSDB) à reeleição ao comando da Casa.

Neste recurso, Diniz solicita que o plenário do Tribunal de Justiça de São Paulo avalie o pedido de liminar, apresentado na quinta à tarde e negado à noite pelo desembargador Cortez.

O pesselista alega que a Constituição Estadual veda "a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente".

"Usamos do remédio jurídico para que a casa de leis não continue a rasgar suas leis quando é conveniente", disse Diniz ao Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

As ações de Diniz foram alvo de críticas entre aliados de Macris.

Um dos principais articuladores da recondução do tucano, o deputado estadual Campos Machado (PTB) disse que o PSL quer vencer a eleição no "tapetão".