Campanha Sarampo
POLÍTICA

Gil Diniz recorre novamente contra candidatura de Macris ao comando da Alesp

15 Mar 2019 - 15h16Por Mateus Fagundes

O futuro líder do PSL na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Gil Diniz, apresentou nesta sexta-feira, 15, um recurso à negativa dada na quinta-feira pelo desembargador Antonio Celso Aguilar Cortez, do Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo, contra a candidatura de Cauê Macris (PSDB) à reeleição ao comando da Casa.

Neste recurso, Diniz solicita que o plenário do Tribunal de Justiça de São Paulo avalie o pedido de liminar, apresentado na quinta à tarde e negado à noite pelo desembargador Cortez.

O pesselista alega que a Constituição Estadual veda "a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente".

"Usamos do remédio jurídico para que a casa de leis não continue a rasgar suas leis quando é conveniente", disse Diniz ao Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

As ações de Diniz foram alvo de críticas entre aliados de Macris.

Um dos principais articuladores da recondução do tucano, o deputado estadual Campos Machado (PTB) disse que o PSL quer vencer a eleição no "tapetão".

Matérias Relacionadas

Santa Catarina

Câmara dos Deputados homenageia ACAERT

Sessão solene destacou atuação da entidade e a força da Mídia Regional
Câmara dos Deputados homenageia ACAERT
Política

Sancionada lei que estabelece limite de gastos na campanha municipal

A lei foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União nesta quinta-feira (3)
Sancionada lei que estabelece limite de gastos na campanha municipal
Política

A um ano das Eleições 2020, Justiça Eleitoral catarinense trabalha para tornar processo de votação ainda mais seguro

Atualmente, Santa Catarina possui 5.105.431 eleitores, dos quais 3.680.599 estão cadastrados biometricamente
A um ano das Eleições 2020, Justiça Eleitoral catarinense trabalha para tornar processo de votação ainda mais seguro
Política

Sergio Moro pede que Acaert lidere campanha pela aprovação do pacote anticrime

A palestra, prevista para começar às 10h30min, atrasou, tendo início às 11h05
Sergio Moro pede que Acaert lidere campanha pela aprovação do pacote anticrime
Ver mais de Política