Jaraguá do Sul

Pesquisa vai traçar perfil e ver como vivem os idosos em Jaraguá do Sul

Serão pesquisadas 958 mulheres (55,32%) e 774 homens (44,67%). A pesquisa seguirá o agrupamento por território das UBS

31 Jul 2020 - 06h00Por Da Redação
Pesquisa vai traçar perfil e ver como vivem os idosos em Jaraguá do Sul - Crédito: Divulgação / PMJS Crédito: Divulgação / PMJS

Assinatura do Termo de Colaboração ocorreu remotamente com representantes legais do Instituto Anima, de Belo Horizonte (MG), e contou, na tarde de ontem, com grupo do polo de Jaraguá do Sul, além de integrantes da Secretaria de Assistência Social e Habitação e do Conselho  Municipal do Idoso (CMDI)

Pesquisa inédita com uma amostra de 10% da população idosa de Jaraguá do Sul, aplicada a partir de agosto e com previsão de realização de 12 meses, visa conhecer a realidade e propor ações de atendimento às necessidades deste público. A assinatura do Termo de Colaboração para a Realização do Diagnóstico da População Idosa do Município de Jaraguá do Sul - SC, na tarde de hoje (30), é o ponta-pé inicial para a realização de pesquisa técnico-científica. O investimento é da ordem de R$ 219.461,83, com recursos do Fundo Municipal do Idoso (FMDI), por meio de edital de Chamamento Público que selecionou o Instituto Anima Sociesc de Inovação, Pesquisa e Cultura.

De acordo com o secretário de Assistência Social e Habitação, André de Carvalho Ferreira, trata-se de um momento bastante importante para a secretaria, uma vez que trata-se de uma temática que ganhou força a partir de 2017. A assinatura do Termo era prevista para março, mas foi adiada em função da pandemia. “O Termo de Colaboração que viabiliza o diagnóstico do idoso representará o futuro das políticas públicas governamentais e também para as Organizações Não-Governamentais que atuam em nosso município”. Ainda segundo o secretário, este trabalho estava orçado em 2017 em cerca de R$ 500 mil. “Ao longo destes três anos, o trabalho foi amadurecendo e conseguiremos realizá-lo com economia”, explica. 

O universo da pesquisa será de 10% das 17.325 pessoas com mais de 60 anos da cidade, segundo o cadastro das Unidades Básicas de Saúde (UBS), tendo como base o ano de 2018. Serão pesquisadas 958 mulheres (55,32%) e 774 homens (44,67%). A pesquisa seguirá o agrupamento por território das UBS.

Para a assessora técnica de gestão administrativa, Caroline Bitencourt Goularte, a proposta inédita fornecerá subsídios para o enfrentamento das necessidades deste público. “Vamos identificar como vivem os idosos da cidade para, a partir destes dados, propor políticas e ações que atendam estas necessidades e demandas”, explica. Esta também é a fala da presidente do Conselho Municipal do Idoso (CMDI), Salete Bornhausen Junior, à frente do conselho pelo segundo ano. “Assim saberemos da real situação do idoso da cidade”, pondera.

Neste primeiro momento, será desenvolvido o planejamento da pesquisa e realizado o levantamento de dados relacionados aos idosos junto a órgãos governamentais como secretarias municipais de Saúde, Assistência Social e Habitação, Educação, Cultura Esporte e Lazer, Ministério Público, delegacias, entre outros. O acompanhamento de todas as fases do diagnóstico será realizado pelo CMDI e pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, da qual o conselho é ligado. As visitas domiciliares para aplicação dos questionários da pesquisa têm previsão de início para o fim deste ano ou em 2021, dependendo da situação da pandemia de Coronavírus.

O Fundo Municipal dos Direitos do Idoso (FMDI) tem como principal fonte de recurso as doações por meio do Imposto de Renda. Pessoas físicas podem doar até 3% do imposto devido como forma de dedução, desde que declaração seja no modelo completo. Os valores arrecadados financiam projetos voltados ao atendimento dos idosos de Jaraguá do Sul.

 Objetivos específicos da pesquisa social
* Construir o perfil socioeconômico e sociodemográfico da pessoa idosa do município de Jaraguá do Sul;
* Avaliar a autonomia e o protagonismo da população idosa;
* Apontar as condições de saneamento;
* Identificar como estão, onde estão, como vivem e como estão sendo atendidos em seus direitos;
* Avaliar as percepções e os gastos em saúde da população idosa e a utilização dos serviços de saúde.
* Avaliar a participação da população idosa em atividades educativas, esportivas, culturais e lazer;
* Avaliar a inclusão do idoso na relação idoso-família e idoso-sociedade;
* Avaliar as condições habitacionais e a mobilidade urbana.
* Levantar a demanda de atendimentos de idosos nos serviços públicos governamentais e não-governamentais; 
* Identificar as demandas e necessidades da população idosa do município de Jaraguá do Sul;
* Produzir análise conclusiva e propositiva com ações de enfrentamento a partir dos dados pesquisados; 
* Realizar impressão gráfica conclusiva sobre a pesquisa, em formato de caderno;
* Apresentar as conclusões da pesquisa para a Rede de Serviço de Atendimento à Política do idoso e comunidade em geral.


Quer ser o primeiro a saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região?CLIQUE AQUIe receba diretono seu WhatsApp! 

Matérias Relacionadas

Saúde

Homem de 56 anos morre por Covid-19 em Jaraguá

Já são 1.779 pacientes com a confirmação da doença em Jaraguá, 72 foram confirmados nas últimas horas.
Homem de 56 anos morre por Covid-19 em Jaraguá
Jaraguá do Sul

Rua Uruguai interditada parcialmente a partir desta quarta-feira

A interdição ocorre devido a parada de caminhão para concretagem de laje e pilares em obras no Condomínio Residencial Carbon localizado naquela via
Geral

Samae esclarece sobre descarte de resíduos de pessoas contaminadas pelo coronavírus

A engenheira sanitarista e gerente de Resíduos Sólidos, Morgana Decker, explica que a principal recomendação para as pessoas que estão com covid-19 é descartar todos os resíduos no lixo comum, evitando a separação dos recicláveis pelo menos no período em
Samae esclarece sobre descarte de resíduos de pessoas contaminadas pelo coronavírus
Jaraguá do Sul

Prorrogados o período de suspensão dos atendimentos eletivos até dia 18

O objetivo desta medida é evitar a circulação de pessoas durante a pandemia
Prorrogados o período de suspensão dos atendimentos eletivos até dia 18
Ver mais de Jaraguá do Sul