GERAL

Verão e carnaval: uma combinação que pode causar infecção urinária

16 Fev 2019 - 10h39

Carnaval e verão, época propícia para quem quer aproveitar a folia, ou mesmo a praia e a piscina. Apesar de parecerem inofensivos, esses programas exigem alguns cuidados para evitar doenças como as infecções do trato urinário (ITUs). De acordo com Bruno Azevedo Randi, infectologista do Hospital 9 de Julho, as infecções são comuns nessa época do ano por diversos fatores, entre eles, falta de hidratação adequada, retenção urinária e a prática sexual.

As ITUs são causadas principalmente por bactérias e são mais comuns nas mulheres, porque a vagina e a uretra ficam próximas ao ânus, o que favorece o surgimento da infecção. A doença pode ser classificada como baixa, quando atinge a uretra e a bexiga, ou alta, quando as bactérias invadem os rins. Entre os sintomas estão ardência ao urinar e vontade constante de ir ao banheiro. O tratamento costuma ser indicado pelo infectologista com o uso de antibióticos e analgésicos.

Para evitar que a doença se agrave, confira algumas dicas do infectologista Bruno Randi para curtir o verão sem correr riscos:

Não bebo água durante os bloquinhos para não precisar ir ao banheiro. Isso é prejudicial?

Sim. Tanto para prevenção quanto para diminuição dos sintomas é muito importante manter-se hidratado e urinar pelo menos quatro vezes ao dia. Cuidar da higiene da região genital também ajuda a evitar a doença.

Nem sempre tem papel higiênico no banheiro químico, como me limpo não faz diferença, certo?

Sim. No caso das mulheres, a higiene íntima é fundamental: ao se limpar, usar o papel higiênico sempre da vagina em direção ao ânus, nunca ao contrário. Apenas o uso de papel higiênico sem perfume é o suficiente. Para os homens, enxugar o pênis depois de urinar ajuda a evitar que resíduos de urina fiquem em contato com o órgão e cause infecções fúngicas. "Uma dica é andar com lenço umedecido ou papel higiênico na bolsa para evitar problemas", sugere o médico.

A infecção de urina é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST)?

Não. O especialista comenta que essa dúvida é comum em casos de mulheres que foram diagnosticadas com ITUs depois do sexo vaginal ou anal. "Como muitas bactérias ficam na 'porta' da vagina e do ânus, o pênis pode ser o agente transmissor para a uretra da mulher", esclarece o médico, que indica urinar após o sexo para diminuir o risco de ITU.

A infecção de urina pode voltar mais forte, se não tratada corretamente?

Sim. Alguns pacientes não fazem o tratamento até o fim e acabam por tornar a bactéria mais resistente à medicação e aumentar a gravidade do caso. Em pacientes com infecções de repetição, a falta do tratamento pode não ser a única causa da volta da doença. Alguns casos mais graves podem ser causados por cálculos urinários, variações anatômicas do trato urogenital, ou mesmo ser um alerta para a presença de tumores. Por isso, é importante o acompanhamento médico.

Sempre tenho infecção de urina. Há algo que possa ser feito?

Sim. A infecção urinária de repetição é definida como três episódios nos últimos 12 meses ou dois episódios em 6 meses. As pessoas com esta condição devem buscar um especialista, pois algumas medidas profiláticas podem ser indicadas para diminuir o risco de ITUs.
Consultoria: Hospital 9 de Julho

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Turismo promove inventário em Jaraguá do Sul

Equipe já visitou mais de 160 estabelecimentos e levantou dados que serão utilizados para a divulgação turística do município.
Turismo promove inventário em Jaraguá do Sul
Geral

Samae faz limpeza de reservatório na ETA Sul

Nessa ocasião os reservatórios devem ser submetidos à manutenção preventiva e corretiva, se necessário.
Saúde

Lunelli faz doação para ajudar unidades hospitalares de Guaramirim e Corupá

O repasse foi realizado através do Fundo Solidário e financiou a compra de ultrassom e dez camas hospitalares
Lunelli faz doação para ajudar unidades hospitalares de Guaramirim e Corupá
Geral

Jaraguá do Sul recebeu seis toneladas de alimentos do Condor

A ação, que é viabilizada em parceira com os fornecedores da rede, doa parte da venda dos produtos anunciados no tabloide específico da ação
Jaraguá do Sul recebeu seis toneladas de alimentos do Condor
Ver mais de Geral