Geral

UOLASSINE 0800 703 3000BATE-PAPOE-MAILRÁDIO UOLSACTV UOLUOL HOSTVOIPE-MAIL GRÁTISSHOPPINGÍNDICE PRINCIPALÁlbum de FotosAntivírus

25 Abr 2011 - 11h45

Ao menos dez pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira em Taez, no sul do Iêmen, quando as forças de segurança e o Exército abriram fogo e lançaram bombas de gás de lacrimogêneo para dispersar uma grande manifestação contra o ditador Ali Abdullah Saleh.


Centenas de milhares de iemenitas participaram da manifestação contra o regime de Saleh e o plano de solução da crise elaborado pelos países árabes do Golfo. Os manifestantes exigem o julgamento de Saleh.

Os manifestantes marchavam pela cidade de Taez por um trajeto que passaria por um palácio de Saleh. As forças de segurança bloquearam com blocos de cimento as principais avenidas da cidade que levam à sede do governo.

Veículos blindados do Exército também foram deslocados por Taez, segunda maior cidade do país, que fica a 200 km da capital.

Revoltados, os manifestantes rasgaram fotos do chefe de Estado, em uma campanha criada pelos opositores para "limpar a cidade das fotos do presidente", que dominam as principais praças e os prédios públicos de Taez.


Os manifestantes voltaram a expressar repúdio ao plano de solução da crise das monarquias do Golfo, que prevê a renúncia de Saleh dentro de algumas semanas, em troca de imunidade garantida.

O plano foi aceito pelo regime e recebeu um sim com condições da oposição parlamentar.

Fonte: Folha de SP

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Nova norma afasta incertezas sobre benefício da Lei Aldir Blanc
Geral

Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões

Número é maior que população porque muitos têm mais de um chip
Número de acessos móveis no Brasil cresce e fecha 2020 com 234 milhões
Geral

Quem vai se vacinar também pode ajudar com um quilo de alimento

Campanha Vacina Ação Solidária inicia nesta terça-feira (6) no Pavilhão A do Parque Municipal de Eventos. Quem for se vacinar, pode levar um quilo de alimento não perecível. Se puder e quiser
Quem vai se vacinar também pode ajudar com um quilo de alimento
Saúde

Hemosc necessita de doações de sangue para manter estoques

A doação de sangue está funcionando com horário agendado previamente, que pode ser por telefone ou diretamente no site
Hemosc necessita de doações de sangue para manter estoques
Ver mais de Geral