Geral

Terrenos baldios continuam servindo para depósito de lixo

17 Jan 2013 - 11h17

Uma alternativa para acabar com o depósito de lixo em terrenos baldios na cidade de Jaraguá do Sul, pode ser a criação de espaços para descarte de materiais. A sugestão será feita às três empresas de coleta e reciclagem que atuam no município. A ideia é disponibilizar um espaço para que os moradores façam o descarte de lixo, exceto material orgânico. Com isso, espera-se eliminar situações como a registrada na Rua Leocádio Osmar Rodrigues, nas proximidades da Arena Jaraguá. Naquele terreno de propriedade da prefeitura, nos fundos do cemitério da Vila Lenzi, é comum as pessoas depositarem lixo, mesmo havendo ali, placas de advertência,  alertando para a proibição. Enquanto essa parceria com a iniciativa privada não acontece, o jeito é fazer a limpeza daquela área. O presidente da Fujama (Fundação Jaraguaense do Meio ambiente), Leocádio Neves e Silva, afirma que o recolhimento do material será feito, tão logo os servidores retornem das férias. "Mas precisamos da colaboração da comunidade, para que evitem continuar depositando materiais nesses locais", destaca. Segundo ele, ainda não há qualquer projeto de utilização daquela área. Mesmo porque, é preciso regularizar a questão do chorume, líquido tóxico resultante da decomposição do lixo orgânico que por muitos anos foi depositado naquele terreno. "Esse produto será canalizado para a rede de esgoto e o SAMAE, fará o tratamento", explica Leocádio. "Resolvida essa questão, iremos definir o que será feito com o terreno", disse.

SÉRGIO LUIZ / JOTHA SANTOS

 

Matérias Relacionadas

Educação

Jovens cientistas terão R$ 2,3 milhões para pesquisas

Selecionados terão acesso a treinamento
Jovens cientistas terão R$ 2,3 milhões para pesquisas
Brasil

10 mil crianças e adolescentes foram adotados no Brasil, diz CNJ

O relatório mostra que a maior parte dos adotantes ainda prefere crianças pequenas
10 mil crianças e adolescentes foram adotados no Brasil, diz CNJ
Schützenfest

Celesc reforça alerta para novos golpes registrados em diferentes regiões de Santa Catarina

lém de casos relatados na semana passada em cidades do Meio-Oeste catarinense, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, nesta semana novas tentativas foram detectadas nos municípios de São José e Guabiruba
Celesc reforça alerta para novos golpes registrados em diferentes regiões de Santa Catarina
Geral

Epagri inclui ora-pro-nóbis em cestas básicas oferecidas a famílias em situação de fome

Epagri inclui ora-pro-nóbis em cestas básicas oferecidas a famílias em situação de fome
Ver mais de Geral