Mês do Trânsito - Rádio
Geral

Tempo melhora em Teresópolis após temporal que deixou 5 mortos no RJ

07 Abr 2012 - 14h35

Depois de um temporal que deixou cinco mortos e vários desabrigados, a cidade de Teresópolis, na Região Serrana do Rio, amanheceu com tempo nublado, mas seco, sem chuva neste sábado (7). O sol chegou a reaparecer e há uma leve neblina na entrada da cidade. Segundo o quartel do Corpo de Bombeiros do município, não chove na região desde as 2h30.

Rua em Teresópolis (Foto: Tássia Thum/G1)

Canteiros ficaram destruídos na Rua Flávio
Bertoluzzi de Souza (Foto: Tássia Thum/G1)


Também na chegada à cidade, na localidade conhecida como Soberbo, próximo ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos, há um deslizamento, mas sem interdição da Rodovia Rio-Teresópolis, que está suja de barro. A cachoeira próxima ao parque está com o fluxo de água aparentemente normal.

Nesta manha, ainda é possível ver os sinais de destruição provocados pela força da água. Na Rua Flávio Bertoluzzi de Souza, próxima a feirinha do alto, os canteiros ficaram destruídos e as pedras ocupam as calçadas.

No caminho para o bairro Santa Cecília, onde uma mulher morreu, é possível ver ruas sujas de barro e lama. A região foi uma das mais atingidas pelos deslizamentos.

Cinco mortes
Na sexta-feira (6), o mau tempo alagou as ruas da cidade e causou oito deslizamentos de terra. Além das cinco vítimas, várias estão desabrigadas. Os bairros mais afetados pelo temporal foram Perpétuo, Pimentel e Rosário. Durante a madrugada, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, coronel Sérgio Simões, que esteve na cidade, informou que o número de pessoas fora de casa era estimado em 800. Todas as vítimas foram levadas para creches e escolas do município

A Rio-Teresópolis, principal ligação entre a capital e a cidade da região serrana, que chegou a ficar quase 3 horas fechada nos dois sentidos, reabriu na noite de sexta. De acordo com a CRT, concessionária responsável pela via, a interdição ocorreu por medida preventiva, por causa da chuva forte.

O prefeito de Teresópolis informou também que os dois hospitais da cidade, além da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) estão de prontidão para atender as vítimas dos deslizamentos.

"A prefeitura está toda em alerta. Caiu umas barreiras no Rosário, mas a prefeitura já está tirando. Na Fonte Santa, onde teve muita água, o acesso já está sendo liberado", explicou o prefeito, na sexta.

As vítimas
A quinta vítima localizada é uma mulher, que estava sob os escombros de uma casa no bairro de Santa Cecília. O filho dela, de 5 anos, foi resgatado com vida, de acordo com o coronel Simões.


Segundo as primeiras informações, uma vítima teria 14 anos, moradora do bairro Quinta Lebrão. Um casal teria sido retirado sem vida em um desabamento em Bom Retiro e ainda uma outra vítima morreu em um deslizamento na comunidade Pimentel.

Anteriormente, os bombeiros informaram que a vítima de 14 anos era do sexo masculino, porém, às 23h41, a corporação afirmou que era uma menina.

Segundo a Secretaria de Estado da Defesa Civil, o sistema de alerta sonoro da cidade foi acionado nos bairros de Perpétuo e Rosário, e moradores estão sendo orientados a seguir para os pontos de apoio.

Friburgo
Em Nova Friburgo, também na Região Serrana, a chuva forte do fim da tarde de sexta provocou um deslizamento de terra na RJ-142, estrada que liga os distritos de Mury a Lumiar.

 

Segundo a Defesa Civil do município, em quatro horas choveu mais do que o esperado no município para o mês inteiro. Mais cedo, o Rio Bengalas, no Centro da cidade, chegou a transbordar, mas as águas já retornaram ao nível normal.

Todos os rios da Região Serrana estão em estágio de atenção, ainda de acordo com o Inea. A Defesa Civil do estado informou que as equipes estão mobilizadas nos dois municípios.

Em janeiro de 2011, a chuva que devastou municípios da Região Serrana deixou mais de 900 mortos.

GLOBO.COM.BR

Matérias Relacionadas

Geral

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumulado vai para R$ 60 milhões

As dezenas sorteadas foram as seguintes: 03 - 07 - 17 - 20 - 48 - 50
Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumulado vai para R$ 60 milhões
Economia

Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro

No acumulado do ano, total de requerimentos sobe 6,7%
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
Esportes

Organizadores de Tóquio propõem redução de funcionários nos Jogos

Também é cogitada a redução do funcionamento dos espaços para treinos
Organizadores de Tóquio propõem redução de funcionários nos Jogos
Variedades

Cultivo de Plantas Alimentícias Não Convencionais é tema de curso online da Epagri no dia 30

Não é preciso se inscrever para participar do curso, basta acessar o link no dia e hora marcados
Ver mais de Geral