Geral

SC receberá policiais argentinos na Operação Veraneio 2012/2013

14 Dez 2012 - 12h38

Santa Catarina poderá contar novamente com a participação de policiais argentinos na Operação Veraneio 2012/2013, cujo lançamento acontece na próxima terça-feira, dia 18. Este foi o assunto discutido hoje (12) durante audiência entre o secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba e o Ministro de Governo da Província de Missiones, Jorge Manoel Franco. A ideia é firmar um protocolo de intenções definindo as atribuições das autoridades catarinenses e argentinas. Os policiais argentinos ficariam sediados em Florianópolis (Norte da Ilha e Delegacia do Turista) e Balneário Camboriú, as duas cidades que concentram maior número de turistas do país vizinho, nos meses de janeiro e fevereiro.


A proposta foi apresentada oficialmente pelo ministro (cargo equivalente a secretário de Estado) Jorge Manoel Franco. Ele explica que a ideia é garantir a estes policiais a possibilidade de uma maior aproximação com os turistas argentinos. "Queremos fazer um trabalho integrado com a polícia de Santa Catarina. Estes policiais, por sua vez, teriam a missão de mediar situações que envolvam cidadãos argentinos em férias no litoral", completa.

Segundo o secretário César Augusto Grubba, as barreiras diplomáticas já foram sanadas. Tanto a Polícia Federal quanto o Itamaraty já sinalizaram positivamente sobre a possibilidade de receber os policiais. "A única exigência é que as autoridades argentinas apresentem solicitação de visto oficial para os seus agentes, com informações sobre o período da missão à repartição consular brasileira competente", explica.

Por determinação do secretário o protocolo de intenções será organizado pelo Diretor de Integração da SSP, delegado de polícia César Amorim Krieger e os representantes da Província de Missiones. A última vez que Santa Catarina recebeu policiais argentinos foi na Operação Veraneio de 1999.


Participaram da reunião, na condição de representantes do governo de Missiones, os comissários (cargo equivalente a delegado) Adolfo Arturo Gatti e Valdemar Flores, além do cônsul da Argentina em Florianópolis, Emília Júlio Neffa e sua adjunta Mariana Valeria Bramano. A representação do governo catarinense era formada, além do secretário César Augusto Grubba, pelo seu adjunto, Coronel PM Fernando Rodrigues de Menezes; o diretor de Integração, delegado de polícia César Amorim Krieger; Edson Machado, representante da Secretaria de Articulação Internacional, e Juliana Magalhães Stallivieire, Oficial da chancelaria

Matérias Relacionadas

Geral

Depois de 200 anos, jabutis voltam ao Parque Nacional da Tijuca no Rio

É a terceira espécie reintroduzida no local desde 2010 pelo Refauna
Depois de 200 anos, jabutis voltam ao Parque Nacional da Tijuca no Rio
Economia

Seguradora diz ter recebido 386 mil pedidos de restituição do Dpvat

Prazo para pedir valor pago a mais acaba no fim do exercício de 2020
Seguradora diz ter recebido 386 mil pedidos de restituição do Dpvat
Geral

Brasileiro não precisa mais de visto para visitar o Catar

Brasil e Catar vão permitir que seus habitantes permaneçam em território sem visto de entrada por um período máximo de 90 dias por 12 meses
Brasileiro não precisa mais de visto para visitar o Catar
Mundo

Incêndio: Austrália vai investir 1,24 bilhão na indústria do turismo

Morrison explicou que pretende dar "um grande impulso" à indústria turística, mas disse que o plano será detalhado na próxima semana
Incêndio: Austrália vai investir  1,24 bilhão na indústria do turismo
Ver mais de Geral