GNet
Caraguá
GERAL

São Paulo deixa estado de atenção para alagamentos, mas chuva continua

16 Fev 2019 - 11h14Por Igor Ferraz

A chuva que cai desde a noite dessa sexta-feira sobre a cidade de São Paulo e região metropolitana fez o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura decretar estado de atenção para alagamentos às 7h48 deste sábado, 16, em todas as regiões da cidade, além das marginais Tietê e Pinheiros. O alerta foi mantido até as 9h, após a passagem do período de maior instabilidade.

A cidade ainda tem pontos de chuvisco e o solo molhado ainda pode trazer riscos no trânsito e em pontos de potencial deslizamento de terra. Segundo o Corpo de Bombeiros, 25 ocorrências foram registradas na região metropolitana na manhã deste sábado em consequência das chuvas, sendo 21 acionamentos por queda de árvores, três por desabamentos e um por enchente.

Na região central, a queda de uma árvore interditou temporariamente o cruzamento entre a Alameda Santos e a Av. Brigadeiro Luís Antônio. A via já foi desobstruída. Por conta de um raio, a Linha 10-Turquesa da CPTM opera com velocidade reduzida na manhã deste sábado. Mais cedo, a Linha 15-Prata passou pelo mesmo problema, mas a situação já foi normalizada.

Neste domingo, 17, a previsão é de melhora no tempo e o sol deve aparecer entre muitas nuvens, porém ainda há condições para chuva. Os termômetros devem variar entre mínimas de 16°C e máximas de 24°C.

GNet

Matérias Relacionadas

Geral

Mãe de presidente Bolsonaro morre aos 94 anos

"Que Deus a acolha em sua infinita bondade", disse o presidente.
Mãe de presidente Bolsonaro morre aos 94 anos
Geral

Morre a cantora Elza Soares, aos 91 anos

Cantora faleceu no Rio de Janeiro
Morre a cantora Elza Soares, aos 91 anos
Geral

Bairros de Guaramirim ficam sem energia

Moradores relatam quedas frequentes de energia desde segunda-feira (17).
Bairros de Guaramirim ficam sem energia
Geral

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 22 milhões

Próximo sorteio será no sábado
Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 22 milhões
Ver mais de Geral