Geral

Rock in Rio é adiado para setembro de 2022

Medida foi tomada em razão da pandemia

06 Mar 2021 - 18h00Por Agência Brasil
Rock in Rio é adiado para setembro de 2022 - Crédito: Alexandre Macieira / Agência Brasil Crédito: Alexandre Macieira / Agência Brasil

O Rock in Rio, um dos principais festivais de música do mundo, adiou sua próxima edição, marcada para setembro e outubro deste ano, para setembro de 2022. O adiamento foi provocado pela pandemia de covid-19.

“O Rock in Rio mobiliza pessoas dentro e fora da Cidade do Rock. Recebemos turistas de absolutamente todos os estados, além do Distrito Federal, e também de mais de 70 países. São 28 mil pessoas trabalhando para levar festa e alegria para as 700 mil pessoas que nos visitam. Vamos preservar vidas neste momento. Em setembro de 2022, estaremos juntos de novo e prontos para o melhor Rock in Rio de todos os tempos, quando vamos celebrar a paz e a vida”, informou o presidente do Rock in Rio, Roberto Medina, em nota publicada no site do evento.

A próxima edição do festival será realizada nos dias 2, 3, 4, 8, 9, 10 e 11 de setembro de 2022. Segundo os organizadores, as negociações com as atrações estão em andamento e algumas já devem ser anunciadas no primeiro semestre deste ano.

Edição: Kleber Sampaio

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Promotor de Justiça verifica situação dos cabos soltos nas ruas em Jaraguá

Marcelo Cota e o secretário de Planejamento, Eduardo Bertoldi, identificaram situações de fiação irregular em Jaraguá do Sul
Promotor de Justiça verifica situação dos cabos soltos nas ruas em Jaraguá
Geral

Entra em vigor lei do teste de paternidade em parentes de suposto pai

O teste em parentes consanguíneos poderá ser autorizado por um juiz
Geral

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira

Obras da rotatória da Bertha Weege começam na segunda-feira
Política

Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim

Deputado repercutiu assuntos tratados com secretário de Agricultura no norte catarinense e necessidade de reforço nas barreiras fitossanitárias
Caropreso pede que governo priorize solução para infestação de maruim
Ver mais de Geral