GERAL

Remoção de grafite na Praça das Artes gera críticas em São Paulo

21 Mar 2019 - 14h24Por Priscila Mengue

A remoção do grafite de um edifício junto à Praça das Artes, no centro, tem gerado críticas à Prefeitura de São Paulo. Com o desenho de uma mulher com rosto de caveira, o mural já foi parcialmente apagado com tinta cinza, procedimento que deve seguir até sexta-feira, 22.

Segundo a Secretaria Municipal de Cultura (SMC), os autores do grafite poderão fazer uma nova arte no mesmo local. "O imóvel que acolhia a obra é privado e o contrato já estava vencido, assim, foi feita uma mediação no sentido de garantir que fosse realizada uma nova intervenção", declarou.

A remoção chegou a ser interrompida temporariamente após críticas nas redes sociais. Na quarta-feira, 20, os produtores culturais Kleber Pagú e Vera Santana divulgaram a carta aberta "Arte urbana resiste - São Paulo menos cinza", destinada ao juiz Adriano Marcos Laroca, da 12º Vara de Fazenda Pública, que condenou o governador João Doria (PSDB) e a Prefeitura pela remoção de grafites da Avenida 23 de Maio.

O mural é de autoria dos artistas Inti (do Chile) e Alexis Diaz (de Porto Rico) - o qual chegou a fazer uma postagem na quarta-feira, 20, com uma foto do grafite e a legenda "good bye" junto de uma figura triste. A arte foi realizada em 2015, durante o O.bra Festival.

Uma das organizadoras do evento, Vera Santana disse que pretende entrar com um pedido no Ministério Público para a manutenção e recuperação do mural. "Estamos tentando todas as possibilidades", afirmou Vera ao jornal O Estado de S. Paulo. "Ninguém destrói um (Victor) Brecheret, faz outro", comparou, fazendo referência ao conhecido escultor. "O poder público não pode destruir, tem de fomentar. Não é o curador da cidade."

Já o vereador Toninho Vespoli (PSOL) pretende acionar o Tribunal de Contas do Município (TCM) para averiguar o recurso utilizado na remoção.

Em nota, a SMC disse que "a nova obra só seria iniciada com o consentimento dos artistas que ali estavam e com o mural sendo apagado por completo, para depois iniciar a nova pintura". Além disso, afirmou que os dois artistas foram convidados para assinar um novo mural, " harmonizado com os novos rumos da Praça das Artes", e que, enquanto isso não ocorrer, a empena do edifício terá grafada a frase "reservado para Inti e Alexis Diaz".

Neste sábado, 23, serão retirados os tapumes que separam a Praça das Artes do Vale do Anhangabaú. Também em nota, a secretaria afirmou que abrirá uma seleção para a criação de novos murais na Praça das Artes. Além disso, ressaltou que "reconhece a arte urbana como uma vertente relevante e fundamental para a cultura contemporânea e para identidade da cidade de São Paulo". "A SMC valoriza imensamente o trabalho criado pelos artistas Inti e Alexis Diaz, no contexto do festival O.bra, em 2015, e a importância do mural produzido no Vale do Anhangabaú, marco urbano da cidade."

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Geral

Chuva provoca estragos em Jaraguá

Em poucos minutos, no fim da tarde de segunda-feira (1º), choveu 80 milímetros e o acumulado do dia chegou a 100 milímetros.
Chuva provoca estragos em Jaraguá
Geral

Chuva prejudicou estradas em todo o interior de Corupá, afirma Prefeitura

Com o terreno bastante encharcado e a continuidade da chuva, os deslizamentos de encostas é outro perigo iminente
Chuva prejudicou estradas em todo o interior de Corupá, afirma Prefeitura
Geral

Defesa Civil registra deslizamentos de terra em Guaramirim

Um escorregamento de terra ocorreu no morro da Polícia Militar, alagamentos em diversos pontos do interior e centro da cidade pela quantidade de água, entre outros episódios.
Defesa Civil registra deslizamentos de terra em Guaramirim
Saúde

Estado chega a 238 mil doses aplicadas contra a Covid-19

Os dados foram divulgados nesta segunda,1º de março, no Balanço Parcial de Vacinação da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina
 Estado chega a 238 mil doses aplicadas contra a Covid-19
Ver mais de Geral