Imobiliária Coralli
Geral

Produção de grãos chega a 165,9 milhões de toneladas

09 Ago 2012 - 14h23

A produção de grãos da safra 2011/2012 bate recorde e deve chegar a 165,9 milhões de toneladas ou o equivalente a 1,9% a mais que a obtida no período 2010/2011, quando atingiu 162,8 milhões de toneladas. O resultado representa um crescimento de 3,1 milhões de toneladas. A estimativa é do 11º levantamento, divulgado pela Conab nesta quinta-feira (9).


O destaque para a grande produção é do milho segunda-safra, que teve condições favoráveis da cultura nas áreas de maior produção, com um aumento de 71,7% ou o equivalente a 16,10 milhões de toneladas sobre a última safra, alcançando 38,56 milhões de toneladas. No ano passado foram colhidas 22,46 milhões de toneladas.

   Já a estimativa para as safras consolidadas (primeira e segunda safras) apresenta um crescimento de 26,8%, o que corresponde a 15,37 milhões de toneladas, totalizando 72,78 milhões de toneladas do cereal.

Por outro lado, houve grande queda da soja (- 8,9 milhões de t) e do arroz (- 2,01 milhões de t). A redução se deve mais às condições climáticas não favoráveis, principalmente nas fases de desenvolvimento das culturas, quando as mais prejudicadas foram as lavouras de milho e de soja nos estados da região Sul, parte do Sudeste e no sudoeste de Mato Grosso do Sul. A forte estiagem nos estados nordestinos que tiveram perda em todas as culturas também contribuíram para as perdas. A produção da safra nordestina caiu 22 % em relação à safra passada, ou seja, 3,53 milhões de toneladas de produtos.

Área - A estimativa total de área plantada é de 50,81 milhões de hectares, com um crescimento de 1,9% ou 935,8 mil hectares a mais que a da safra 2010/11, quando atingiu de 49,87 milhões de hectares.


O milho segunda safra teve um crescimento da área cultivada de 22,9% ou de 1,41 milhão de hectares. Em seguida vem a soja, com aumento de 3,4% ou 822,1 mil hectares a mais. Já as culturas de arroz e feijão apresentaram redução na área devido a problemas na comercialização, dificuldades climáticas na região Nordeste, falta de água nos reservatórios e aumento no custo de produção.

A pesquisa de campo utilizou 52 técnicos que ouviram representantes de instituições ligadas ao meio agrícola, destacando-se profissionais de cooperativas, secretarias de agricultura e órgãos oficiais e privados de assistência e extensão rural das principais zonas de produção, no período de 22 a 28 de julho.

Matérias Relacionadas

Economia

Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses

Os dados foram apresentados na última quinta-feira (17) no Mapa das Empresas
Abertura de empresas cresce, enquanto fechamento recua em 8 meses
Saúde

Cientistas regeneram cartilagem que facilita movimentos

Eles usaram sinais químicos para orientar o crescimento das células-tronco esqueléticas à medida em que as lesões na cartilagem cicatrizam
Cientistas regeneram cartilagem que facilita movimentos
Geral

Setor de turismo lança Guia do Viajante Responsável

Manual traz medidas de prevenção ao novo coronavírus
Setor de turismo lança Guia do Viajante Responsável
Economia

Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo

Indicador está 3,1 pontos abaixo do registrado antes da pandemia
Confiança do empresário industrial cresce pelo quinto mês consecutivo
Ver mais de Geral