Delivery Much
GERAL

Planalto: Bolsonaro está aberto a adaptar decreto das armas

13 Mai 2019 - 21h41Por Felipe Frazão e Julia Lindner

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse nesta segunda-feira, 13, que o presidente Jair Bolsonaro está aberto a "eventualmente adaptar" o decreto assinado na semana passada para facilitar as regras de posse, porte e comercialização de armas de fogo.

Consultores da Câmara dos Deputados e do Senado apontaram, em análises técnicas, inconstitucionalidades no decreto presidencial. Parlamentares ameaçam sustar os efeitos do decreto de Bolsonaro.

"O presidente coloca-se aberto a esse diálogo com o Congresso, para, a partir das proposições do parlamento, eventualmente adaptar aquele decreto que ele firmou na semana passada", disse o porta-voz.

Rêgo Barros antecipou que Bolsonaro está propenso a gravar e divulgar amanhã um vídeo sobre o decreto dos CACs - caçadores, atiradores e colecionadores -, que abrangeu outras categorias. Na gravação, Bolsonaro deve reforçar seu posicionamento.

"O presidente imagina fazer-se necessário ele apresentar algum posicionamento em reforço àquilo que foi exarado pela Presidência, por meio da Casa Civil", disse Rêgo Barros.

O porta-voz afirmou que, no entender do Palácio do Planalto, o decreto é constitucional.

Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Saúde

Guaramirim inicia vacinação contra a covid

Três profissionais do Centro de Triagem receberam as primeiras doses nesta terça-feira (19)
Guaramirim inicia vacinação contra a covid
Geral

Defesa Civil mantém interdição parcial da subida do Molha

No local, havia uma grande pedra, que precisou ser detonada e removida em pedaços devido ao tamanho, calculado em mais de 50 toneladas
Defesa Civil mantém interdição parcial da subida do Molha
Geral

Homem tem parte do corpo queimada em acidente doméstico em Jaraguá

A vítima foi conduzida em estado estável ao hospital São José
Geral

Altair Silva é novo secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de SC

Entre os maiores desafios de sua gestão, o novo secretário destaca as ações para reduzir os impactos da estiagem em Santa Catarina e a melhoria na energia elétrica disponível no meio rural
Ver mais de Geral