Mês do Trânsito - Rádio
Geral

MILHO: Secretaria da Agricultura e Governo Federal discutem crise

19 Set 2012 - 21h37

Nesta quarta-feira (19), a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e as entidades ligadas à suinocultura e avicultura participaram de reunião na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e na Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República para discutir a crise no abastecimento de milho em Santa Catarina. A reunião contou com a presença do secretário adjunto de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies; do secretário de Política Agrícola da Conab, Caio Rocha; do presidente da Conab, Rubens Rodrigues do Santos; e da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. As entidades e a Secretaria da Agricultura solicitaram aos representantes do Governo Federal o aumento da oferta de milho para Santa Catarina em 142 mil toneladas, via mecanismos já existentes na Conab, como a venda a balcão para agricultores familiares. Também foi pedido que o subsídio ao frete para modalidade VEP seja aumentado de R$ 2,19 para R$ 5 por saco de milho.


Além de mudanças nas medidas já oferecidas pela Conab, Santa Catarina solicita a adoção de medidas emergenciais como o subsidio ao frete de milho para compras privadas de 3 milhões de toneladas, totalizando R$ 300 milhões em subsídios. O secretário adjunto Airton Spies afirma que os recursos para esse prêmio viriam da utilização de créditos de imposto PIS e COFiNS, que as agroindustrias tem com o Governo Federal. Outra solicitação do grupo foi a constituição de um fundo garantidor para obtenção de financiamentos para compra de milho pelas agroindiutrias junto aos bancos. Esta medida também utilizaria os recursos de créditos de PIS e COFINS.

As propostas de ações emergenciais serão discutidas com o Ministério da Fazenda, e a ministra Ideli se comprometeu a dar o apoio necessário para buscar sua aprovação. Airton Spies ressalta que até o momento, o Governo Federal estava tratando o problema de falta de milho em Santa Catarina com mecanismos já previstos nas operações da Conab, porém o estado passa por uma crise que demanda medidas emergenciais. "Estamos vivendo uma situação emergencial, que requer medidas urgentes que aumentem a oferta de milho", destaca. "No Mato Grosso existem mais de 3 milhões d toneladas de milho depositadas a céu aberto por falta de armazéns e que precisam ser transferidas para regiões consumidoras como Santa Catarina. Isso requer uma ação imediata do Governo Federal", completa Spies. Também estiveram presentes na reunião representantes da ACCS, Abipecs, Sindicarne-SC, Ubabef, além de deputados federais da bancada catarinense.

Matérias Relacionadas

Economia

Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro

No acumulado do ano, total de requerimentos sobe 6,7%
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
Esportes

Organizadores de Tóquio propõem redução de funcionários nos Jogos

Também é cogitada a redução do funcionamento dos espaços para treinos
Organizadores de Tóquio propõem redução de funcionários nos Jogos
Variedades

Cultivo de Plantas Alimentícias Não Convencionais é tema de curso online da Epagri no dia 30

Não é preciso se inscrever para participar do curso, basta acessar o link no dia e hora marcados
Geral

Acidente aéreo na Ucrânia deixa pelo menos 26 mortos

Avião de transporte militar caiu durante voo de treinamento
Acidente aéreo na Ucrânia deixa pelo menos 26 mortos
Ver mais de Geral